Bitcoin atinge novo máximo. Vai aos 2.000 dólares?

A moeda virtual subiu pela quinta sessão consecutiva. Chegou aos 1.961,70 dólares, um novo recorde.

A bitcoin está imparável. A moeda virtual, com a qual os hackers têm pedido resgates nos ataques de ransomware que têm feito, atingiu um novo máximo histórico, aproximando-se cada vez mais da fasquia dos 2.000 dólares.

Na plataforma BitStamp, a divisa chegou a ganhar um máximo de 4,2%, atingindo o valor mais elevado de sempre nos 1.961,70 dólares. Com esta nova valorização, já mais do que duplicou de valor só este ano. Basta uma subida de 1,95% para chegar aos 2.000 dólares.

A puxar pela cotação da moeda virtual tem estado o contexto de incerteza política a nível mundial com casos como o de Donald Trump nos EUA e Michel Temer no Brasil, que levam os investidores a procurarem ativos alternativos. Mas há também o crescente interesse de investidores na Ásia.

A forte subida da bitcoin para máximos históricos tem tornado a divisa também mais atrativa para os piratas informáticos. Na última semana, o ataque feito a nível global, que atingiu empresas portuguesas, infetou milhares de computadores, com os hackers a ameaçarem apagar o conteúdo no caso de não pagamento de resgates em bitcoins.

Dias depois do ataque, Francisco Rente, head of cybersecurity da DogNaedis, uma empresa de cibersegurança da Prosegur, revelou que “à volta de 35.000 euros já foram pagos em resgates”, isto de acordo com a monitorização das “wallets onde os atacantes estão a pedir o resgate”.

PUB

Comentários ({{ total }})

Bitcoin atinge novo máximo. Vai aos 2.000 dólares?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião