Paulo Rodrigues da Silva vai liderar a bolsa de Lisboa

Maria João Carioca já tem substituto. Paulo Rodrigues da Silva foi o escolhido para a liderança do mercado de capitais português, apurou o ECO. Entra em funções no início de Março.

A Euronext já tem um novo líder para a bolsa de Lisboa. Paulo Rodrigues da Silva foi o nome escolhido para suceder a Maria João Carioca à frente do mercado de capitais português. Ex-administrador executivo da equipa de António Domingues na Caixa Geral de Depósitos (CGD), fez grande parte da sua carreira na Vodafone.

Paulo Rodrigues da Silva vai iniciar funções no início de março, porque “ainda faltam aprovações regulatórias relevantes”, revela o comunicado enviado às redações pela Euronext na madrugada desta sexta-feira. O comunicado revela também que o nome do gestor português foi aprovado por unanimidade.

“Estou confiante que a vasta experiência de Paulo Rodrigues da Silva tanto ao nível da indústria financeira como tecnológica fazem dele uma excelente escolha para levar a cabo o desenvolvimento das operações da Euronext em Portugal”, sublinha Stéphane Boujnah, CEO da Euronext. A abertura de um um novo centro de IT no Porto, que já tem mais de cem engenheiros e operadores de IT, é uma das tarefas que Paulo Rodrigues da Silva vai levar a cabo. O também chairman do conselho de administração da Euronext deixou ainda um agradecimento a Maria João Carioca pelo “seu contributo para a Euronext” e desejou-lhe “boa sorte nas novas funções”.

Maria João Carioca decidiu abandonar o cargo depois do convite de Paulo Macedo para a nova administração da CGD. A ainda líder da bolsa portuguesa tem de se manter na posição até 6 de março, a menos que um novo CEO fosse encontrado.

Paulo Rodrigues da Silva esteve na CGD durante o curto período em que António Domingues esteve na liderança executiva do banco público, não fazendo parte da nova equipa de Paulo Macedo. Antes de ingressar na administração do banco público desempenhava um papel de consultor na Vodafone, empresa da qual foi administrador.

Fez grande parte da sua carreira na operadora de telecomunicações, mas já tinha passado pelo setor financeiro antes de entrar na CGD, no ano passado. Começou no BPI em 1992 e lá ficou até ao ano 2000. Anteriormente, Paulo Rodrigues da Silva desempenhou o cargo de Consultor na McKinsey, em Lisboa, e lecionou na Universidade Católica e no INSEAD, em Fontainebleau, onde tirou o MBA.

(Notícia atualizada às 07h30 com o comunicado da Euronext)

Comentários ({{ total }})

Paulo Rodrigues da Silva vai liderar a bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião