5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

  • Ana Luísa Alves
  • 11 Janeiro 2017

Juros nacionais deverão continuar sob alguma pressão com os preparativos do IGCP para uma emissão de 3.000 milhões em obrigações a dez anos. Nos EUA, Trump fala pela primeira vez após ter sido eleito.

O foco desta quarta-feira continua apontado para os juros da dívida portuguesa, depois de o IGCP ter dado início à emissão sindicada de obrigações a dez anos, no montante de três mil milhões. Do outro lado do Atlântico, Donald Trump vai falar em público pela primeira vez desde que foi eleito Presidente dos EUA e pode trazer novidades em relação ao plano de estímulos que a sua Administração pretende implementar.

Juros após emissão

Portugal conta emitir 3.000 milhões de euros em obrigações a dez anos, numa operação que deverá exigir uma taxa de juro em torno de 4,25%. O agravamento dos custos de financiamento é a primeira consequência prática do agravamento dos juros que o país tem sentido no arranque de 2017. Como vão evoluir os juros em mercado secundário? Mário Centeno conta com a economia para baixar o risco de Portugal.

Preços em Portugal

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revela esta quarta-feira a evolução dos preços no consumidor, dados relativos a dezembro. Este é um indicador particularmente relevante para os investidores. Tem sido a subida generalizada dos preços no bloco da moeda única que tem forçado uma subida dos juros da dívida portuguesa nas últimas sessões. A autoridade estatística nacional publica ainda os indicadores relativos à Atividade dos Transportes, referentes ao terceiro trimestre do ano passado, e ainda o volume de negócios no setor da construção e obras públicas.

Primeira reunião do BCE em 2017

Não é uma reunião de política monetária, mas o primeiro encontro do ano do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) vai dominar as atenções do mercado pelos sinais que Mario Draghi poderá emitir acerca dos estímulos monetários na zona euro. Ainda durante a manhã, BCE vai publicar as estatísticas das taxas de juro a longo prazo, referentes a dezembro.

Trump fala em Nova Iorque

Tendo por base informações publicadas na sua conta pessoal no Twitter, o Presidente eleito Donald Trump agendou para esta quarta-feira uma conferência de imprensa em Nova Iorque. Esta será a primeira vez que Trump fala em público desde que foi eleito, em novembro. As horas ainda estão por determinar. Com o mercado à espera de novidades acerca do seu plano para estimular a maior economia do mundo, o discurso de Trump vai merecer a atenção dos investidores.

Reservas semanais de petróleo

Ainda nos EUA, a Agência de Informação Energética norte-americana vai divulgar as reservas semanais de petróleo. Este é um indicador que vai permitir avaliar o consumo de petróleo na maior economia do mundo, depois de o aumento do número de explorações ativas em território norte-americano ter colocado os preços do barril de ouro negro em queda, perante as perspetivas de maior oferta.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião