5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

  • Leonor Rodrigues
  • 6 Janeiro 2017

Será que os juros da dívida portuguesa vão continuar a subir? Hoje, a Europa vai divulgar dados sobre a confiança das empresas e nos EUA é a Fed que está a atrair as atenções dos investidores.

Por cá, a principal questão é se os juros da dívida portuguesa vão continuar a subir. O dia também vai ser marcado pela divulgação de vários indicadores, nomeadamente do indicador de confiança das empresas na Zona Euro. Tanto Portugal como os EUA apresentam novos dados sobre o desemprego no final do ano passado e, em Chicago, vários membros da Fed vão marcar presença numa conferência da Associação Económica dos EUA. Será que a Reserva Federal vai mesmo acelerar a subida dos juros?

Juros nos 4%. Vão continuar a subir?

Os juros da dívida portuguesa acompanharam a tendência de subida dos restantes países europeus, mas no caso nacional a taxa a 10 anos disparou para um máximo de quase um ano. Pior, superou a fasquia dos 4%, um nível que a DBRS considerava ser desconfortável. A agência canadiana que mantém Portugal ao abrigo das compras de dívida do BCE já relativizou o feito. Mas e os investidores? Vão desvalorizar o patamar ou os 4% vão ditar uma fuga que pode continuar a puxar pelas taxas numa altura em que o IGCP se prepara para começar a fazer emissões de dívida?

Como vai a confiança na Zona Euro?

O Eurostar divulga esta sexta-feira o indicador de sentimento económico nos países do euro. Este dado vai permitir perceber como vai a confiança das famílias e das empresas na Zona Euro, isto numa altura em que a economia na Europa tem vindo a recuperar. No último mês de 2016, a economia do euro registou a expansão mais acelerada em cinco anos.

Inflação acelerou em dezembro. E o retalho?

Hoje também é dia do Eurostat divulgar o desempenho do comércio a retalho em novembro. Já se sabe que os preços da Zona Euro aumentaram em dezembro (1,1%) e que a confiança dos consumidores atingiu máximos do ano 2000 no último mês de 2016. Por isso, espera-se que o indicador do instituto de estatísticas europeu mostre um resultado positivo para o setor do retalho, isto num mês de muitas compras para o Natal.

Fed: mais novidades sobre a subida dos juros?

Acontece hoje o encontro anual da Associação Económica dos EUA, em Chicago. Os investidores vão estar com olhos postos na conferência em que vários membros da Reserva Federal norte-americana vão marcar presença. Depois de a Fed ter admitido que pode aumentar o ritmo da subida dos juros na maior economia mundial por estar preocupada com os efeitos das políticas do futuro presidente dos EUA, Donald Trump, hoje podem surgir novas pistas sobre os próximos passos da Fed.

Como está o emprego em Portugal e nos EUA

O Instituto Nacional de Estatística divulga hoje as estimativas do emprego relativas a novembro do ano passado. Em outubro de 2016 o INE estimou que a taxa de desemprego se situou nos 10,8%, o correspondente a 553,7 mil desempregados. No outro lado do Atlântico, também vai ser divulgada a taxa de emprego mas de dezembro de 2016. Os analistas da Bloomberg preveem que, no mês passado, foram empregadas mais 175 mil pessoas nos EUA.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião