Energéticas ditam segundo dia de ganhos em Lisboa

Os títulos do universo EDP e a Galp Energia suportam o arranque positivo do PSI-20, numa sessão em que o BCP é o que mais sobe: 2%.

A praça lisboeta inaugurou a sessão com com o pé direito, com o PSI-20 a avançar pela segunda sessão consecutiva suportado pela subida dos títulos do setor energético. Mas o BCP é o título que mais sobe. Na Europa, a tendência também é de subida.

O índice PSI-20 arrancou a sessão a valorizar 0,35%, para os 4.621,72, com os títulos do universo EDP a figurarem entre os principais destaques positivos. As ações da elétrica liderada por António Mexia valorizam 0,64%, para os 2,84 euros, enquanto as da EDP renováveis, liderada por Manso Neto somam 0,5%, para os 6,24 euros. Já a Galp Energia, vê os seus títulos progredirem 0,4%, até aos 13,86 euros, depois de terem sido alvo de uma revisão em alta de preço-alvo. O Haitong elevou o preço-alvo para o título até aos 13,5 euros, tendo reiterado a recomendação de “neutral”.

Nota positiva também para o BCP, cujas ações encabeçaram os ganhos do PSI-20 no arranque de sessão. As ações do banco liderado por Nuno Amado valorizam 2%, para os 14,8 cêntimos. No mesmo sentido, destaque para os CTT, cujos títulos avançam 0,7%, para os 5,02 euros.

Em terreno negativo referência para a queda da Pharol e da Semapa. As ações da Pharol deslizam 1,05%, para os 38 cêntimos, enquanto as da Semapa perdem 1,23%, para os 13,27 euros, no dia em que apresenta o balanço das suas contas relativo ao último trimestre do ano passado. Fora do PSI-20, o BPI abriu em ligeira queda: 0,11%, para os 93 cêntimos.

PUB

Comentários ({{ total }})

Energéticas ditam segundo dia de ganhos em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião