Trump no Reino Unido? Só quando o Parlamento estiver fechado para férias

Trump vai ao Reino Unido. Mas só em agosto ou setembro. Porquê? É quando o Parlamento está fechado para férias. O porta-voz da Câmara dos Comuns já disse estar contra uma intervenção do Presidente.

Após Theresa May ter afirmado que o novo presidente dos Estados Unidos vai ser bem recebido em terras de sua majestade, o Parlamento pôs entraves à visita. O porta-voz da Câmara dos Comuns, John Bercow, afirmou que estava “fortemente contra” uma potencial intervenção de Trump no Parlamento. Por isso, a visita de Estado do Presidente dos EUA será adiada até agosto ou setembro, altura em que o Parlamento deve estar fechado para férias.

O The Guardian adianta, citando fontes do Governo dos EUA, que a visita de Estado do Presidente dos EUA ao Reino Unido será adiada até ao final de agosto ou final de setembro, numa viagem que deve durar quatro dias (entre quinta-feira e domingo). Porquê? É quando o Parlamento deverá estar encerrado devido ao período de férias, evitando assim constrangimentos depois o porta-voz da Câmara dos Comuns, John Bercow, ter afirmado que estava “fortemente contra” uma potencial intervenção de Trump no Parlamento.

“Eu creio que a nossa oposição ao racismo e ao sexismo e o nosso apoio à igualdade perante a lei (…) são considerações bastante importantes na Câmara dos Comuns”, afirmou, entre aplausos dos deputados, Bercow, de acordo com o The Independent (acesso pago). O The Guardian tentou contactar o porta-voz da Câmara dos Comuns, mas não foi possível obter uma declaração. O jornal relembra que o porta-voz deve ser imparcial e, uma vez eleito, deve abdicar do seu partido.

Imigração continua na mira de Trump

Trump tem estado no centro de uma série de críticas e protestos devido às várias medidas que tem adotado desde que assumiu a presidência dos EUA. Especialmente as que estão relacionadas com a imigração. Donald Trump assinou um decreto que colocou um travão à entrada de muçulmanos. Uma decisão que foi entretanto bloqueada por um juiz. Mas o Presidente não desiste e diz, segundo o jornal, que está a considerar dar uma nova ordem executiva no sentido de proibir a entrada de pessoas no país.

O Presidente dos EUA diz estar confiante de que vai ganhar esta batalha judicial. Refere que a Casa Branca está a considerar “outras opções, incluindo a execução de uma nova ordem”. Trump adianta ainda que deve assinar a nova ordem esta segunda-feira ou terça-feira. Questionado sobre que revisões a nova ordem vai incluir, o Presidente respondeu: “Novas medidas de segurança”.

Comentários ({{ total }})

Trump no Reino Unido? Só quando o Parlamento estiver fechado para férias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião