5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

É dia de reunião da Reserva Federal norte-americana - a primeira do ano. Além disso, o Facebook e o BBVA apresentam resultado e faz-se um check-up à atividade industrial.

É um grande dia para a Reserva Federal norte-americana. Em tempos de incerteza, a instituição liderada por Janet Yellen reúne para decidir o que fazer às taxas de juro. Haverá também uma atualização da evolução das reservas de petróleo no país, a apresentação de dois índices importantes e prestação de contas do Facebook e do BBVA. São as cinco coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados.

Fed reúne pela primeira vez este ano

Janet Yellen reúne a Reserva Federal norte-americana esta quarta-feira, naquele que será o primeiro encontro do ano. Dele, sairá uma decisão de aumentar, baixar ou manter as taxas de juro no país. A Bloomberg não antecipa grandes mudanças e indica que os juros deverão manter-se inalterados depois de, em dezembro, a Fed ter subido a taxa em 25 pontos base. Mas com Donald Trump no poder, certeza é coisa que não existe.

Facebook e BBVA apresentam resultados

A temporada de apresentação de resultados continua. Hoje, os investidores ficarão a conhecer o desempenho no quarto trimestre de empresas como o Facebook, o banco BBVA, a Siemens e a Volvo. Da parte da maior rede social do mundo, a Bloomberg estima receitas de 8,51 mil milhões de dólares no trimestre. Já da parte do BBVA, estimam-se receitas de 6,03 mil milhões de euros no trimestre.

Check-up à indústria europeia e norte-americana

A Markit vai divulgar hoje os índices industriais relativos a janeiro para os Estados Unidos da América e zona euro. A Bloomberg prevê que o índice se mantenha alterado nos 55,1 pontos, em ambos os casos. É uma ferramenta que ajuda a medir o pulso à atividade económica.

Conhecem-se as reservas de petróleo

Do lado de lá do Atlântico, a norte-americana Energy Information Administration faz o balanço semanal da evolução das reservas de petróleo nas empresas norte-americanas. É um indicador que poderá ter influência no preço do crude. Atualmente, em Nova Iorque, o barril negoceia perto dos 53 dólares. Em Londres, o preço supera os 55 dólares.

Audições no Parlamento britânico devido ao Brexit

Arrancou ontem a jornada parlamentar da qual vai sair uma lei que definirá o futuro do Reino Unido na União Europeia. Hoje, o secretária de Estado britânica do Comércio, Liam Fox, é ouvido pelo respetivo comité parlamentar sobre que vias seguir no pós-Brexit. No Parlamento, mas no comité para o escrutínio europeu, será ouvido Ivan Rogers, ex-representante do Reino Unido na União Europeia.

PUB

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião