Samsung regista maior lucro em três anos

Apesar do fiasco com o Galaxy Note 7, resultados aceleraram no último trimestre do ano passado, permitindo à gigante sul-coreana registar o maior lucro trimestral dos últimos três anos.

Apesar do fiasco que representou o Galaxy Note 7, a Samsung viu os lucros crescerem 50% no último trimestre de 2016, provando a resiliência da gigante sul-coreana após uma das maiores crises que afetou a companhia.

A Samsung foi forçada a terminar a produção do Note 7, depois de vários casos em que as baterias dos smartphones sobreaqueciam e pegavam fogo, circunstância que permitiu à rival Apple reforçar a liderança no segmento de dispositivos premium. Os resultados da investigação interna a este caso que custou mais de seis mil milhões de euros ainda vão ser divulgados.

Ainda assim, o trimestre terminou com um lucro operacional de 9,2 biliões de won (7,35 mil milhões de euros) para a tecnológica, o seu melhor resultado trimestral em três anos, superando a média de 8,29 biliões estimada pelos analistas sondados pela Bloomberg. O volume de negócios naquele período ascenderam a 53 biliões de won (42 mil milhões de euros), acima do esperado pelo mercado, segundo os dados preliminares divulgados pela empresa esta sexta-feira.

“Apesar do vazio deixado pelo Note 7, a Samsung ficou absolvida com as vendas do S7”, referiu Lee Seung-woo, analista da IBK Securities, citado pela agência. “Depois de um abrandamento suave no primeiro trimestre, a Samsung deverá estar agora a caminho de um lucro trimestral até junho recorde com o novo S8 a caminho do mercado”, acrescentou.

As ações da Samsung fecharam a subir 1,8% para 1.812.000 won na bolsa de Seul. Acumularam um ganho de 43% ao longo de 2016, depois de três perdas anuais consecutivas.

Comentários ({{ total }})

Samsung regista maior lucro em três anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião