Samsung abre assistente de voz a programadores de fora

A Samsung quer desenvolver mais funcionalidades como chamar um táxi ou encomendar pizza para não ficar para trás na concorrência com outros assistentes como a Siri e a Alexa.

A Samsung vai abrir o sistema de assistente de voz a programadores de fora, de forma a tentar acompanhar os outros assistentes como a Siri e a Alexa. A empresa segue assim os passos da Amazon e a Google, que também tiram partido deste tipo de apoio.

Deverá ser durante uma conferência na Califórnia, nesta semana, que a gigante sul-coreana vai anunciar a abertura do Bixby a terceiros, avança o Wall Street Journal (acesso pago/conteúdo em inglês). O objetivo é que desenvolvam ferramentas que ainda não estão disponíveis, como chamar um táxi ou encomendar comida, e será no evento que a Samsung vai explicar como o podem fazer.

Estas funcionalidades são chamadas pela tecnológica de cápsulas, e podem permitir a integração de aplicações como o Spotify e a Netflix no assistente virtual. “Os programadores reconhecem em grande escala o forte potencial futuro do Bixby”, disse o líder do departamento de software e inteligência artificial da Samsung, Chung Eui-suk, à publicação.

A fabricante sul-coreana já terá convidado vários programadores para desenvolver o sistema nos últimos meses, e está a planear dar um prémio de dez mil dólares para aquele que conseguir concretizar a melhor funcionalidade. Este assistente foi lançado no ano passado e é usado por 6% dos norte-americanos.

Comentários ({{ total }})

Samsung abre assistente de voz a programadores de fora

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião