Ataque ao Dortmund: Autor queria aproveitar queda das ações

O atacante identificado como Sergej W., agora detido, terá sido movido pela intenção de beneficiar de especulação do preço das ações do clube de futebol após o ataque.

O ataque ao autocarro do clube de futebol Borussia Dortmund da semana passada terá sido motivado, não por ligações ao terrorismo mas por especulação bolsista, segundo revelaram esta sexta-feira as autoridades alemãs, citadas pela Deutsche Welle (acesso gratuito). O suspeito de ter provocado a explosão, que atingiu o autocarro quando a equipa saía do hotel para ir defrontar o Mónaco nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, foi agora detido pelas autoridades alemãs e identificado como Sergej W., com nacionalidade russa e alemã.

Segundo a procuradoria alemã, o suspeito de ter provocado a explosão estava alojado no mesmo hotel que a equipa, com vista para o autocarro, e terá levado a cabo o ataque com o intuito de aproveitar a queda nas ações que este causaria. O suspeito terá comprado opções de venda de 15 mil títulos do Borussia Dortmund por 78 mil euros, e teria beneficiado se o preço caísse.

As opções de venda são contratos em que uma pessoa confere a outra o direito de lhe vender ações mais tarde a um preço previamente definido. Um comprador de opções de venda normalmente aguarda que o preço das ações desça, e pode depois vender a opção de venda a um preço mais elevado, ou comprar as ações no mercado e vender a ação ao vendedor da opção pelo preço acordado, o que significa que fica a ganhar. Quanto mais cair o preço das ações em relação ao acordado para as opções de venda, mais ganha o comprador das opções.

Era isto que esperava fazer o atacante. “Esperar-se-ia uma queda significativa se um jogador tivesse ficado seriamente ferido ou se tivesse morrido após o ataque”, disseram procuradores citados pela Deutsche Welle. O suspeito esperava ganhar milhões de euros.

No dia do ataque, foram compradas 15 mil opções de venda do Borussia Dortmund a 18 cêntimos cada às 11:15 na bolsa de Frankfurt. As opções davam o direito de vender a 5,20 euros.

Os títulos da equipa caíram mesmo um pouco, de 5,738 euros para um mínimo de 5,421 euros após o ataque, tendo recuperado ligeiramente e depois voltado a cair quando a equipa foi eliminada da Liga dos Campeões. Desde fevereiro que as ações do Borussia Dortmund não ficam abaixo dos 5,20 euros, assinala a Bloomberg (acesso gratuito). Um polícia e o jogador Marc Batra ficaram feridos na explosão.

Notícia atualizada às 10:50 com mais informação sobre a operação financeira realizada pelo suspeito.

PUB

Comentários ({{ total }})

Ataque ao Dortmund: Autor queria aproveitar queda das ações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião