Série 5 está maior. Chegou a carrinha

Depois de lançar a sétima geração do Série 5, a BMW apresenta agora a carrinha desenvolvida especialmente para o mercado europeu. É uma "station", mas não compromete os desempenhos.

p90245005_highres_the-new-bmw-5-series

Primeiro veio o sedan, agora nasce a carrinha. A BMW lança a segunda variante do Série 5, a Touring, desenhada especialmente para o mercado europeu. Traz mais espaço para os ocupantes, mas também para carga. Tudo isto sem comprometer os desempenhos numa carrinha que promete consumos comedidos.

“A BMW Série 5 Touring foi desenvolvida especificamente para o mercado europeu onde tem tido grande sucesso ao longo dos últimos 25 anos”, diz Ian Robertson, refere o responsável de marketing da fabricante alemã, em comunicado. As versões station têm um grande peso nas vendas tanto da BMW como na generalidade das marcas devido à sua versatilidade, mas também fruto da imagem.

O desenho é o mesmo do carro, mas nesta versão carrinha o tejadilho fica mais comprido, terminando com um pequeno spoiler com as luzes de travão que integra também dois defletores nas laterais do vidro traseiro. Este vidro abre de forma independente, mas também conjunto com o portão traseiro que dá acesso a uma mala maior.

p90245011_highres_the-new-bmw-5-series

Com a carrinha, o espaço de carga aumentou para 570 litros (ou 1.700 litros com os bancos rebatidos), sendo que a carga máxima admissível foi aumentada até 120 quilos. Apesar de ter mais espaço, e de suportar mais carga, a Série 5 Touring está mais leve que a antecessora. Tal como o sedan, a utilização de alumínio permitiu emagrecer a carrinha em 100 quilos.

“Estou certo de que a versatilidade desta quinta geração vai provar ser ainda mais popular junto dos clientes que apreciam o espaço, a aparência distintiva e, claro, o desempenho dinâmico dos BMW”, refere o responsável de marketing da fabricante alemã. Para esse desempenho dinâmico contribui uma suspensão pneumática auto-ajustável na traseira, mas também os motores debaixo do capot.

Tal como no carro, na carrinha estarão disponível no lançamento quatro motores, dois a gasolina e dois a gasóleo. Há um dois litros de 252 cv no 530i e um três litros no 540i, com 340 cv, já a diesel o 520d conta com 190 cv e o 530d com 265 cv. Motores potentes que em conjunto com um desenho aerodinâmico aperfeiçoado permitem uma poupança de 11% no consumo, bem como nas emissões de gases poluentes.

Conforto… mas também tecnologia

No interior, reina o conforto. Em tudo idêntico ao carro, a carrinha garante um ambiente premium que combina “acabamentos precisos com materiais de alta qualidade” com muita tecnologia. Destaque para o sistema de infoentretenimento, com um ecrã de 10,25 polegadas que agrega tanto a navegação como o sistema de comunicações, além das informações do veículo, mas há também alta tecnologia para ajudar à condução no dia-a-dia.

p90245048_highres_the-new-bmw-5-series

 

A Série 5 Touring (quase) anda sozinha. “O carro pode libertar o condutor das funções de acelerar, travar e até conduzir”, diz a marca, salientando os sistemas Active Cruise Control e o assistente de manutenção na faixa de rodagem. Mas há um outro sistema, de evasão, desenhado para ajudar os condutores nas “condições mais difíceis”. Este sistema funciona até velocidades de 210 km/h.

Para estacionar não é preciso fazer mais do que carregar num botão. O sistema de estacionamento remoto é o mesmo que já existe no Série 7, mas com a Série 5 vem ainda o Remote 3D View. Com esta função, os proprietários poderão estar de olho no carro através de uma aplicação no telemóvel. Com o BMW Connected, podem ter uma visão panorâmica do automóvel.

Comentários ({{ total }})

Série 5 está maior. Chegou a carrinha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião