Snowden fica na Rússia até 2020

  • Ana Luísa Alves
  • 18 Janeiro 2017

O advogado de Edward Snowden já fez saber que o seu visto de residência vai ser prolongado por mais três anos. No entanto, há quem diga que Snowden seria o "presente perfeito" para Trump.

Afinal, Edward Snowden vai ficar na Rússia por mais uns anos. Mais precisamente até 2020, segundo adianta o inglês The Guardian, citando o advogado do antigo analista da NSA.

O advogado de Snowden, Anatoly Kucherena, disse à agência RIA Novosti que o visto de residência seria prolongado por mais três anos e acrescentou que, no próximo ano, Snowden terá até a possibilidade de ter a cidadania russa.

Esta quarta-feira, Maria Zakharova, porta-voz do ministérios das relações externas, escreveu no Facebook que o direito de Snowden ficar foi “prolongado por mais uns anos”. O seu post surgiu depois de o ex-diretor da CIA, Michael Morell ter dito que Vladimir Putin podia “entregar” Snowden aos EUA. Morell acrescentou ainda, numa coluna do site The Cipher Biref, que Snowden seria o “presente ideal” do presidente Russo para Donald Trump.

O anúncio aconteceu horas depois de o ainda presidente dos EUA, Barack Obama, ter diminuído a sentença aplicada a Chelsea Manning, antigo analista militar, que mudou de sexo, condenado a 35 anos de prisão por divulgar dados militares e diplomáticos dos EUA à Wikileaks. Chelsea Manning vai ser libertada em maio.

Desde que está na Rússia, há quatro anos, Snowden nunca criticou o governo russo mas, nos últimos meses, fez-se ouvir para falar acerca do país que o adotou.

Comentários ({{ total }})

Snowden fica na Rússia até 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião