Fed atira euro para mínimo de 13 anos

Reserva Federal norte-americana aumentou juros e prometeu voltar a agravar preço do dinheiro ao longo do próximo ano, arrastando a moeda única europeia para um mínimo de mais de 13 anos.

Via aberta para a paridade entre o dólar e o euro. Depois de a Reserva Federal norte-americana (Fed) ter aumentado a taxa de juro e aberto a porta a mais subidas ao longo do próximo ano, o euro cedia esta quinta-feira para um nível mínimo de 13 anos.

A moeda única europeia depreciava há momentos 1,2% para 1,041 dólares, o valor intradiário mais baixo desde 2003.

Fonte: Bloomberg
Fonte: Bloomberg

“O dólar tem realizado um longo percurso, de forma muito rápida”, referiu Sue Trinh, estratega da RBC Capital Markets, à Bloomberg. “É preciso ter em consideração que Janet Yellen é mais favorável a políticas monetárias expansionistas, apesar do que o gráfico nos mostra”, acrescentou.

"O dólar tem realizado um longo percurso, de forma muito rápida. É preciso ter em consideração que Janet Yellen é mais favorável a políticas monetárias expansionistas, apesar do que o gráfico nos mostra.”

Sue Trinh

RBC Capital Markets

O banco central liderado por Janet Yellen anunciou esta quarta-feira que vai subir os juros, em 25 pontos base – para o intervalo entre 0,5% e 0,75%. A autoridade monetária prometeu novos aumentos da taxa diretora no próximo ano. Designadamente, três subidas em 2017.

PUB

Comentários ({{ total }})

Fed atira euro para mínimo de 13 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião