Resultados da Netflix e do Goldman impulsionam Wall Street

  • Marta Santos Silva
  • 17 Abril 2018

É o princípio da que se espera ser a melhor época de resultados do primeiro trimestre em sete anos, e a bolsa de Nova Iorque reflete isso mesmo, abrindo no verde pelo segundo dia consecutivo.

A bolsa de Nova Iorque começou o dia no verde pela segunda vez esta semana. Com o princípio da época de resultados cheio de previsões otimistas, os investidores estão com uma perspetiva positiva que se reflete nos índices.

Esta terça-feira, foram o Netflix e o banco de investimento Goldman Sachs, que apresentaram bons resultados do primeiro trimestre, que impulsionavam Wall Street. A tecnológica subia 6,41% na abertura, para os 327,5 dólares, depois de ter ultrapassado em muito as expectativas dos analistas.

O índice de referência S&P 500 subia 0,6% à hora de abertura da bolsa nova-iorquina, chegando aos 2.693,92 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq subia 0,77% para os 7.211,14 pontos. O industrial Dow Jones começou o dia a subir quase um ponto percentual, 0,9%, para chegar aos 24.795,53 pontos.

O bom desempenho apresentado nestes primeiros dias de época de resultados, que já era previsto devido às mudanças fiscais implementadas por Donald Trump, que deverão fortalecer os ganhos das empresas, deram força à bolsa e confiança aos investidores.

Os resultados de bancos como o Goldman Sachs e a expectativa de ganhos a serem apresentados pelo Morgan Stanley na quarta-feira são um bom exemplo disso. “A área financeira parece ser uma das mais lógicas em que apostar, em especial num ambiente de subida de juros”, disse o analista Robert Pavlik, da SlateStone Wealth em Nova Iorque, à Reuters. “É uma questão de os mercados se terem afastado finalmente das [notícias] políticas”.

Comentários ({{ total }})

Resultados da Netflix e do Goldman impulsionam Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião