Marisa Matias: “Não há provas que o ministro mentiu”

  • ECO
  • 12 Fevereiro 2017

A deputada bloquista diz que "não há provas" de que Mário Centeno mentiu ao Parlamento sobre o caso António Domingues. Para Marisa Matias, é a "única frente de ataque da direita".

Marisa Matias diz que não há provas de que Mário Centeno mentiu ao Parlamento. Isto depois de terem sido divulgados documentos que mostram que o ministro das Finanças se comprometeu com António Domingues. Para a deputada do Bloco de Esquerda, a direita continua a aquecer esta polémica em torno da entrega da declaração de rendimentos porque é a “única frente de ataque”. Mas porquê? Para a ex-candidata à Presidência, está tudo relacionado com o défice deste ano, que vai ficar abaixo do previsto.

"Daquilo que é público, não é possível provar que o ministro mentiu ao Parlamento dando garantias a António Domingues de que não teria de apresentar as declarações de rendimento e outros elementos ao Tribunal Constitucional”

Marisa Martins

Deputada do Bloco de Esquerda

“Daquilo que é público, não é possível provar que o ministro mentiu ao Parlamento dando garantias a António Domingues de que não teria de apresentar as declarações de rendimento e outros elementos ao Tribunal Constitucional”, diz Marisa Matias na sua opinião habitual na TVI24. “Deve ser dado o benefício da dúvida.”

A polémica voltou a acender na sequência de uma troca de correspondência entre o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos e o ministro das Finanças, revelada na quarta-feira pelo ECO. Numa carta datada de 15 de novembro, enviada por António Domingues a Centeno, o ex-líder da Caixa diz que a dispensa da entrega das declarações de rendimento e património ao Tribunal Constitucional “foi uma das condições acordadas para aceitar o desafio”. Na resposta, Centeno é evasivo e não confirma, nem desmente.

Para a deputada bloquista, o PSD e CDS continuam a “aquecer e a reaquecer” esta polémica porque é a “única frente de ataque da direita”. Numa altura em que António Domingues já não está à frente da Caixa Marisa Matias diz que este “reacender” está relacionado com o défice, “que ficou abaixo do previsto”.

“Quando temos um défice de níveis muito abaixo das previsões da Comissão Europeia, das metas exigidas e daquilo que eram os anúncios da direita, parece-me evidente que há um interesse por parte da direita portuguesa em manter esta polémica (…) porque é o único ângulo de ataque que têm em relação ao ministro das Finanças”, refere Marisa Matias.

Comentários ({{ total }})

Marisa Matias: “Não há provas que o ministro mentiu”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião