BCP pode pagar dividendos com lucros de 2018

Prospeto do aumento de capital do BCP foi aprovado esta quinta-feira pela CMVM. Banco vai acelerar normalização da sua atividade e quer voltar a pagar dividendos com base nas contas de 2018.

O BCP quer acelerar a normalização da atividade do banco e pretende voltar a pagar dividendos com base nos resultados que obtiver em 2018. O objetivo passa por distribuir pelo menos 40% dos lucros entre os acionistas.

As informações constam da apresentação aos investidores no âmbito do aumento de capital do BCP no valor de 1.300 milhões de euros e cujo prospeto foi aprovado esta quinta-feira pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Além do reembolso dos CoCo’s detidos pelo Estado, no valor de 700 milhões de euros, e do reforço do balanço, com o aumento do rácio de capital para um nível acima de 11%, o banco tenta convencer os investidores a participarem nesta operação de aumento de capital com uma política de remuneração acionista atrativa.

O banco aponta para um “potencial regresso ao pagamento de dividendos” e assumindo um “objetivo para pay-out ratio igual ou superior a 40% em 2018, sujeito a requisitos regulamentares”. Esta perspetiva tem por base a expectativa do banco de conseguir voltar a uma situação de normalização em 2018.

Adicionalmente, o BCP pretende aumentar a rentabilidade do banco: quer atingir um ROE (Return on Equity) à volta de 10%.

Desde 2012 que o BCP não paga dividendos, um facto que foi sublinhado esta quinta-feira pela agência DBRS, que salientou o fim da restrição em relação à política de remuneração acionista com o reembolso da ajuda estatal.

(Notícia atualizada às 17h49)

Comentários ({{ total }})

BCP pode pagar dividendos com lucros de 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião