Pedro Passos Coelho evoca “grande democrata” e “político polémico”

  • Lusa
  • 7 Janeiro 2017

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, lamentou a morte do antigo Presidente da República, que classificou como "um grande democrata" e "um político polémico".

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, lamentou hoje a morte do antigo Presidente da República, que classificou como “um grande democrata” e “um político polémico”.

É um dia triste para todos os portugueses“, referiu Passos Coelho, à margem de uma visita à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

Para Passos Coelho, “será impossível” escrever a História de Portugal das últimas dezenas de anos “sem nelas encontrar referências múltiplas à intervenção política de Soares, em muitas ocasiões decisiva”.

“Como um grande democrata que foi, o doutor Mário Soares foi também um político polémico, que combateu pelas suas ideias, há de ter feito muitos amigos, terá tido também com certeza muitos adversários ao longo de todos estes anos”, acrescentou.

Passos Coelho endereçou uma mensagem de “sentido pesar” à família e uma mensagem “de condolências” ao PS, partido de que Mário Soares foi fundador.

Mário Soares, que morreu hoje aos 92 anos, desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Comentários ({{ total }})

Pedro Passos Coelho evoca “grande democrata” e “político polémico”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião