CCB lança este ano concurso para construir hotel e espaços comerciais

Elísio Summavielle espera começar a construir, em 2018, um hotel de cinco estrelas, com 160 quartos. O concurso deverá ser lançado este ano e já há privados a manifestarem interesse pelo projeto.

ccbFoi em 2008 que o Governo de José Sócrates aprovou a construção de dois novos módulos no Centro Cultural de Belém (CCB), destinando um deles à construção de um hotel e o outro a espaços comerciais. Passou quase uma década e nada de novos módulos, nem de hotel, nem de lojas. Agora, se tudo correr planeado, o concurso para a construção dos módulos 4 e 5 do CCB será lançado este ano.

Pelo menos, é isso que pretende Elísio Summavielle. Em entrevista ao Público e à Rádio Renascença, publicada esta quinta-feira, o presidente do CCB é claro: “A sustentabilidade da casa só pode ser assegurada por uma iniciativa que me parece fundamental e que vou perseguir durante este ano, que é o lançamento do concurso para a construção dos módulos 4 e 5 do CCB. É essa a minha prioridade do ponto de vista da economia da Fundação Centro Cultural de Belém”.

O responsável detalha também o tipo de hotel que pretende construir. “A conjuntura está francamente favorável à construção de um hotel de prestígio, de cinco estrelas, com cerca de 160 quartos“, diz na entrevista, acrescentando que o projeto ficará a cargo da dupla de arquitetos Vittorio Gregotti e Manuel Salgado, que fez todo o CCB.

Não há ainda datas definidas, mas Elísio Summavielle “gostava que em 2018 fosse lançada a primeira pedra” do hotel. Para já, “os terrenos estão totalmente resolvidos”, as cadernetas prediais estão na posse dos responsáveis do CCB e “já houve pelo menos um ou dois privados que sondaram e se manifestaram interessados num eventual concurso“.

Convém lembrar, contudo, que esta não é a primeira vez que um presidente do CCB anuncia o lançamento de um concurso para construir os módulos que faltam do projeto original. Em 2012, Vasco Graça Moura, na altura à frente do CCB, dizia, em entrevista ao semanário Sol, que o projeto do hotel ia ser retomado, “porque seria uma maneira de motivar muita gente em relação futuro”.

O projeto original do CCB previa a construção de cinco módulos: o Centro de Reuniões, o Centro de Espetáculos, o Centro de Exposições, a Zona Hoteleira e o Equipamento Complementar. Só os três primeiros chegaram a ser construídos.

PUB

Comentários ({{ total }})

CCB lança este ano concurso para construir hotel e espaços comerciais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião