Petróleo perto dos 55 dólares em Nova Iorque

A matéria-prima está a subir pela oitava sessão consecutiva, o maior ciclo de ganhos em quase sete anos. Os preços estão em máximos de 17 meses.

O petróleo continua a valorizar, aproximando-se cada vez mais da fasquia dos 55 dólares em Nova Iorque. A antecipação da redução da oferta da matéria-prima no mercado no próximo ano está a levar o barril a tocar máximos de quase um ano e meio.

Enquanto o Brent, em Londres, ganha 0,7% para 56,48 dólares, o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, segue a valorizar 0,61%, estando nos 54,23 dólares por barril. No acumulado do ano, a matéria-prima acumula já uma valorização em torno dos 50%.

O corte na produção acordado entre os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), com vista a um reequilíbrio do mercado petrolífero que aumente os preços do petróleo, está a levar o barril à oitava sessão consecutiva de ganhos, o maior ciclo em quase sete anos. A cotação da matéria-prima está já em máximos de 17 meses.

Esta tendência que deverá manter-se, antecipam os analistas consultados pela Bloomberg. Isto porque os investidores estão a incorporar nas cotações a redução da oferta no próximo ano. A OPEP e outros produtores fora do cartel vão reunir-se a 13 de janeiro para monitorizar o corte efetivo da produção.

Comentários ({{ total }})

Petróleo perto dos 55 dólares em Nova Iorque

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião