Espanha cumpre meta do défice pela primeira vez desde 2010

A meta é de 4,6% do PIB. O objetivo deverá ser cumprido graças à evolução das receitas fiscais, à redução do défice das regiões autónomas e ao excedente dos organismos locais.

Espanha deverá conseguir cumprir, este ano, a meta do défice definida pela União Europeia. Será a primeira vez desde 2010, dá conta o El Economista.

Até setembro, o défice das administrações públicas espanholas fixou-se em 31.107 milhões de euros, o equivalente a 2,78% do PIB. A meta definida por Bruxelas é de 4,6% para o conjunto deste ano. É um valor bastante acima, por exemplo, daquele que é exigido a Portugal, de 2,5% do PIB, e que a União Europeia concedeu a Espanha pelo largo período que o país viveu sem governo.

Segundo o El Economista, o objetivo deverá ser cumprido graças à evolução positiva das receitas fiscais, à redução dos défices das regiões autónomas e ao excedente dos organismos locais.

O próprio Ministério das Finanças espanhol reconhece que os dados até agora conhecidos sugerem que o défice “se situa em linha com o cumprimento do objetivo de estabilidade” definido por Bruxelas.

Há, ainda assim, que contar com possíveis imprevistos de final de ano. Cristóbal Montoro, ministro das Finanças já admitiu, aliás, que as ajudas ao setor financeiro poderão custar duas décimas no défice.

Ao mesmo tempo, os últimos meses do ano, quando as administrações públicas fecham as contas, têm por hábito trazer surpresas. Recorde-se, por exemplo, ano de 2011, quando o défice cumpria os limites europeus mas os desvios das regiões autónomas superaram todas as previsões e acabaram por obrigar o Governo de então a anunciar medidas de austeridade em plena época natalícia.

PUB

Comentários ({{ total }})

Espanha cumpre meta do défice pela primeira vez desde 2010

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião