Investimento na internet das coisas vai chegar aos 4,8 biliões de dólares

Até 2021, as empresas vão investir 4,8 biliões de dólares em internet das coisas (IoT). Até lá, vão existir qualquer coisa como 22,5 mil milhões de dispositivos conectados.

A internet das coisas é uma tendência que vai valer muito, muito dinheiro.Pixabay

Em 2021 vão existir 22,5 mil milhões de dispositivos da chamada internet das coisas (IoT, de Internet of Things), contra os 6,6 mil milhões existentes em 2016. A previsão faz parte de um relatório da unidade de pesquisa e análise da Business Insider, que acrescenta que o investimento neste segmento deverá chegar, no total, aos 4,8 biliões de dólares no período entre 2016 e 2021.

Nos destaques do relatório faz-se referência à “proliferação de dispositivos” e ao “aumento massivo de dados” que espoletou uma “revolução analítica”. A internet das coisas é o nome dado à nova geração de dispositivos eletrónicos comuns que podem agora ser ligados à internet, desde sensores a eletrodomésticos, passando pelas televisões, candeeiros, automóveis e por aí em diante.

A IoT é um mercado em rápido crescimento. No entanto, essa evolução é condicionada por fatores como a largura de banda atualmente existente. Esta é uma das razões pela qual a Comissão Europeia espera acelerar o desenvolvimento e proliferação das redes móveis de quinta geração, uma tecnologia também conhecida por 5G e que vai abrir espaço para um desenvolvimento ainda maior do setor. O prazo é o ano de 2020.

PUB

Comentários ({{ total }})

Investimento na internet das coisas vai chegar aos 4,8 biliões de dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião