Snapchat prepara um dos maiores IPO da década no setor tecnológico

A avaliação da dona da Snapchat cai no intervalo entre 19,5 mil milhões e 22,2 mil milhões, de acordo com a Bloomberg. Poderá ser o maior IPO do setor tecnológico desde a entrada em bolsa do Alibaba.

A Snap, dona da rede social Snapchat, já definiu o intervalo de preço para a sua entrada em bolsa, naquela que poderá ser a terceira maior operação da década no setor tecnológico. O valor da oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa) da empresa tecnológica cai no intervalo entre 19,5 mil milhões (cerca de 18,4 mil milhões de euros) e 22,2 mil milhões de dólares (cerca de 20,9 mil milhões de euros), apurou a Bloomberg junto de fontes próximas do processo.

Estes valores representam uma avaliação entre 14 e 16 dólares por ação, segundo os números avançados à agência de notícias, por fontes que não se quiseram identificar. Este poderá ser assim o maior IPO no setor tecnológico desde a entrada em bolsa do Alibaba. Em 2014, a empresa de comércio eletrónico chinesa conseguiu angariar 25 mil milhões de dólares (23,6 mil milhões de euros) com a sua estreia em bolsa.

A Snap é a primeira rede social norte-americana a dispersar em bolsa o seu capital desde a estreia do Twitter há mais de três anos. O passo seguinte rumo ao IPO será a realização de um roadshow por várias cidades norte-americana, onde a Snap se procurará “vender” aos investidores.

No ano passado, a empresa norte-americana arrecadou 404,5 mil milhões de dólares em receitas, ultrapassando em mais de seis vezes o resultado alcançado em 2015 (58,7 milhões de dólares). Contudo, a Snap viu os seus prejuízos crescerem, com estes a passarem de 372,9 milhões de dólares, em 2015 para 514,6 milhões, em 2016.

Têm surgido, aliás, muitas reticências relativamente à empresa dona da Snapchat. Existem dúvidas sobre a capacidade de crescimento do número de utilizadores, que abrandou na segunda metade do ano passado. No quarto trimestre do ano, a média diária de utilizadores ativos cresceu abaixo dos 50%, pela primeira vez desde pelo menos o ano de 2014, segundo revela o prospeto da operação.

Esta semana, cerca de uma dezena de gestores de fundos de investimento e analistas, revelaram ao Wall Street Journal que consideraram “frustrante e dececionante” o prospeto do IPO entregue ao regulador do mercado de capitais norte-americano pela empresa de mensagens e vídeos instantâneos. “Não é um Facebook, e acho que nunca vai ser um Facebook”, disse Nabil Elsheshai, analista sénior da Thrivent Financial, que ainda não tinha decidido se iria recomendar ou não o investimento nesta operação.

Comentários ({{ total }})

Snapchat prepara um dos maiores IPO da década no setor tecnológico

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião