EDP compensa falta de combustível da Galp, Lisboa avança

Pelo segundo dia seguido, bolsa nacional avançou com a energia do grupo EDP. Faltou combustível à Galp depois da nota de investimento da Haitong prever desvalorização do título.

A bolsa de Lisboa aproveitou novamente a boleia do grupo EDP para fechar em alta pela segunda sessão consecutiva. Foi um dia positivo tanto no PSI-20, com 12 cotadas no verde, como também na generalidade das praças europeias.

O principal índice português somou 0,52% para 4.629,58 pontos, aproveitando o bom desempenho da EDP (valorizou 1,14%) e da EDP Renováveis (subiu 1,21%). Mas a melhor performance pertenceu à Altri, cujas ações dispararam 4,63% para 4,30 euros, o valor mais elevado do último ano.

Único banco presente no PSI-20, o BCP também marcou a sessão pela positiva. As ações do banco liderado por Nuno Amado avançaram 2,34% para 0,1485 euros, uma cotação que avalia a instituição em 2.244 milhões de euros.

A travar ganhos esteve Jerónimo Martins (-0,99%) e a Galp. Os títulos da petrolífera caíram 0,83% para 13,69 euros. A Haitong reviu esta quarta-feira em alta o preço alvo para a Galp, mas continua a antecipar uma queda do títulos. Na nota de investimento, frisou que o balanço sólido deixa a petrolífera em boa posição para aquisições no Brasil. Mas, apesar da melhoria dos resultados nos próximos anos, a política de dividendos não deverá registar grandes alterações.

Galp sem energia

Na Europa, foi o setor financeiro quem deu o mote para os investidores assumirem maior apetite pelo risco. Madrid, Paris, Frankfurt e Londres apresentaram ganhos entre 0,2% e 0,8%, com as ações dos bancos a atingirem máximos de três semanas. Em destaque, o Crédit Agricole acelerou mais de 5%, a melhor sessão desde novembro do ano passado, depois de ter apresentado resultados acima do esperado pelos analistas.

“O Crédit Agricole continua a ser uma dos nossos preferidos em França. Contudo, estamos cientes das incertezas políticas que podem pesar no desempenho do setor financeiro francês”, referiram os analistas da Jefferies.

PUB

Comentários ({{ total }})

EDP compensa falta de combustível da Galp, Lisboa avança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião