Kiabi vai abrir dez lojas em Portugal e contratar 400 pessoas

Concorrente da irlandesa Primark quer contratar 400 pessoas para trabalharem junto dos clientes no mercado português.

Até 2021, a francesa Kiabi quer abrir dez lojas em Portugal e contratar 400 pessoas. A empresa francesa, concorrente da irlandesa Primark, escolheu Portugal como um dos países para levar a cabo a estratégia de expansão internacional. Pelo menos as duas primeiras lojas da marca de moda abrem ainda este ano.

Com lojas de áreas de aproximadamente 2.000 metros quadrados e grande rotação de produto, cada loja da Kiabi tem, em média, 40 pessoas a trabalhar. “Lançar o negócio em Portugal faz parte do plano estratégico da empresa”, explica Isabel Azevedo, responsável da Kiabi para o mercado português.

A primeira abertura, marcada para março deste ano, será em Sintra. Em maio, será a vez de a marca inaugurar a segunda loja em Portugal, num centro comercial do Porto. “A escolha de abrir lojas em centros urbanos tem a ver com o facto de querermos chegar perto dos consumidores”, explica Isabel Azevedo, country manager da Kiabi para o mercado português, em entrevista ao ECO.

Isabel Azevedo, diretora da Kiabi para o mercado português.
Isabel Azevedo, diretora da Kiabi para o mercado português.D.R.

A marca onde a “moda é a preços baixos” deverá inaugurar a primeira loja em Lisboa no final deste ano ou no início de 2018. “O plano de investimento passa pela convicção de que o mercado português é bom para investir agora”, garante a responsável.

PUB

Comentários ({{ total }})

Kiabi vai abrir dez lojas em Portugal e contratar 400 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião