Bolsa de Lisboa fecha no verde

  • Ana Luísa Alves
  • 17 Janeiro 2017

O principal índice de referência português fechou a segunda sessão da semana no verde, suportado pela valorização do BCP e do grupo EDP.

A bolsa de Lisboa encerrou a segunda sessão da semana no verde, apoiado sobretudo na subida dos títulos do BCP e no avanço do grupo EDP. O PSI-20 liderou ganhos na Europa.

Contrariando a tendência das principais praças do Velho Continente, o PSI-20 encerrou a sessão a valorizar 0,46% para os 4597,61 pontos. A contribuir para este avanço esteve a valorização de 15,67% para os 0,16 euros do BCP. Esta é a primeira sessão da semana em que os títulos do banco liderado por Nuno Amado negoceiam após o destaque dos direitos ao aumento de capital, aprovado na semana passada. Foi a melhor sessão para o BCP desde julho de 2014.

O grupo EDP também reforçou ganhos em Lisboa. A empresa de António Mexia valorizou quase 3% para os 2,85 euros, e a subsidiária EDP Renováveis avançou 0,85% para os 5,80 euros. Isto acontece depois de o HSBC ter revisto em alta — para “comprar” — a recomendação para o título.

Destaque positivo ainda para o BPI, que avançou perto de 0,5% para os 1,13 euros. As ações do banco sobem um dia depois de a CMVM ter registado a oferta pública de aquisição obrigatória preliminarmente anunciada pelo CaixaBank, em setembro, sobre a totalidade das ações representativas do capital social do Banco BPI. A contrapartida oferecida pelo CaixaBank é de 1,134 euros por ação do BPI.

À semelhança do que aconteceu no arranque da sessão, a travar ganhos em Lisboa esteve a Jerónimo Martins, com um recuo de 0,69% para os 15,76 euros.

Lá fora, o STOXX 600 perdeu 0,12% para os 362,71 pontos, e a bolsa de Londres, a FTSE foi a que mais perdeu, com um deslize de 1,46%. Apenas Milão conseguiu acompanhar Lisboa nos ganhos.

PUB

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa fecha no verde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião