Almaraz: Portugal avança com queixa à Comissão Europeia na segunda-feira

O Governo português não conseguiu chegar a acordo com o Governo espanhol. O Ministério do Ambiente vai avançar com uma queixa à Comissão Europeia na segunda-feira.

Depois de avanços e recuos, o Governo português vai mesmo avançar com uma queixa à Comissão Europeia na próxima segunda-feira, avança a Sic Notícias. A reunião entre o ministro do Ambiente português e o ministra do Ambiente e o ministro da Energia espanhóis terminou sem acordo.

“Portugal vai solicitar a intervenção de Bruxelas”, afirmou, esta quinta-feira, João Matos Fernandes aos jornalistas, em Madrid. Em causa está a construção de um armazém para os resíduos nucleares da central de Almaraz. “Fizemos um esforço para chegar a acordo, sendo que para nós é claro que de um projeto destes podem resultar potenciais impactos para Portugal e eles não foram estudados, mas têm de ser”, argumentou Matos Fernandes.

Portugal reivindica uma avaliação do impacto ambiental transfronteiriço. Uma análise da União Europeia seria sobre a eventual violação da diretiva comunitária que impõe análises ambientais para casos com possível impacto além-fronteiras.

Em causa está a construção de um armazém de resíduos nucleares, direcionado para a central nuclear de Almaraz, cuja localização está a 100 quilómetros da fronteira portuguesa, com o Rio Tejo ao lado. O lixo nuclear espanhol era exportado para França, mas o protocolo já terminou e Espanha decidiu resolver por si o problema.

Editado por Mariana de Araújo Barbosa (mariana.barbosa@eco.pt)

Comentários ({{ total }})

Almaraz: Portugal avança com queixa à Comissão Europeia na segunda-feira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião