Wall Street em queda mas Nasdaq bate recorde

As praças norte-americanas estão a reagir negativamente à Fed e aos números do emprego nos EUA. No entanto, o índice tecnológico está em altas e em novo máximo histórico.

As bolsas de Wall Street abriram a última sessão desta semana em queda depois de o Governo norte-americano divulgar que o número de empregados aumentou, assim como os salários. Dos três principais índices de referência norte-americanos, apenas o tecnológico começou em terreno positivo e em novo recorde.

O S&P 500 abriu a perder 0,08% para os 2.267,14 pontos. De acordo com o Governo da maior economia do mundo, no mês passado foram criados mais 156 mil postos de trabalho no setor público e privado, mais do que o que os analistas da Bloomberg esperavam (178 mil). O aumento do número de empregados foi acompanhado também da subida dos salários, que foi o maior desde 2009, de acordo com a Reuters.

Além disso, os investidores estão a reagir de forma negativa ao anúncio da Reserva Federal dos EUA, que admitiu esta semana poder aumentar o ritmo da subida das taxas de juros por estar preocupada com os efeitos das políticas do futuro presidente dos EUA, Donald Trump.

O índice industrial Dow Jones também começou a sessão a cair 0,2% para os 19.858,92 pontos, estando agora a afastar-se dos 20 mil pontos nunca antes alcançados. A contrariar a tendência de queda está o Nasdaq, que está a subir 0,29% para os 5.504,30 pontos, um novo máximo histórico.

Comentários ({{ total }})

Wall Street em queda mas Nasdaq bate recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião