Revista de imprensa internacional

A Alemanha processou mais de metade dos pedidos de asilo da UE inteira, Trump está prestes a nomear um protecionista para tutelar o comércio, e outras três notícias que marcam a atualidade mundial.

Após o que dizem ser repetidas violações do cessar-fogo pelo regime de Assad, vários grupos rebeldes na Síria dizem não querer comparecer à cimeira da paz em Astana. Entretanto, na China, resolve-se finalmente uma divergência: o território disputado entre Hong Kong e Shenzhen vai passar a ser um parque tecnológico controlado conjuntamente pelas duas cidades. Leia aqui as seis notícias que marcam a atualidade esta terça-feira.

Financial Times

Trump vai nomear protecionista para tutela do comércio

Robert Lighthizer, antigo vice do comércio internacional de Ronald Reagan e atual representante da indústria do aço dos EUA, vai ser a escolha de Donald Trump para a tutela do comércio, dizem os media norte-americanos, o que deixa antever que o Presidente eleito tem a intenção de cumprir as suas promessas de campanha. Lighthizer é um defensor do protecionismo económico e ajudaria Trump a pôr em prática os seus compromissos de dificultar as importações da China e de se libertar de acordos de livre comércio. Leia a notícia completa no Financial Times. (Conteúdo em inglês / Acesso pago)

Deustche Welle

Alemanha processou mais refugiados do que o resto da UE junta

As autoridades alemãs processaram 420 mil pedidos de asilo nos primeiros nove meses de 2016. São mais do que em todos os outros países da União Europeia juntos, mostram dados divulgados hoje pelo Eurostat. “A ideia muito falada de que a Europa está a desviar a responsabilidade para os países do Sul para que acolham refugiados não é realista quando se olha para os números”, disse um dos vice-presidentes do Bundestag, Johannes Singhammer. Leia a notícia completa na Deutsche Welle. (Conteúdo em inglês / Acesso pago)

BBC

Rebeldes sírios preparam-se para bloquear cimeira de paz

Após o que dizem ser “muitas e grandes” violações do cessar-fogo por parte do regime sírio, vários grupos de rebeldes no país prometem não participar nas cimeiras de paz que a Rússia e a Turquia procuram organizar para o final de janeiro em Astana, no Cazaquistão. O exército sírio rejeita a acusação de que tenha violado o cessar-fogo. Leia a notícia completa na BBC. (Conteúdo em inglês / Acesso gratuito)

El País

Medo de Trump faz disparar remessas para o México

As remessas dos Estados Unidos para o México aumentaram 25% entre 2015 e 2016. O ano foi marcado por uma campanha eleitoral em que o agora Presidente eleito Donald Trump prometeu construir um muro na fronteira a sul dos EUA e interferir com as remessas para ajudar a financiá-lo. Os dados do Banco do México mostram que é o maior aumento anual dos últimos 11 anos. Leia a notícia completa no El País. (Conteúdo em espanhol / Acesso gratuito)

Estadão

Balança comercial brasileira regista excedente recorde

O Brasil registou um excedente histórico em 2016, o maior desde o princípio da série histórica, em 1989. O excedente da balança comercial brasileira fixou-se nos 47,6 mil milhões de dólares, ultrapassando o recorde anterior que datava de 2006. Leia a notícia completa no Estadão. (Conteúdo em português / Acesso gratuito)

South China Morning Post

Hong Kong e Shenzhen vão ter parque tecnológico conjunto

Um novo parque de tecnologia e inovação vai ser construído numa zona disputada entre Hong Kong e Shenzhen, após dez anos de negociações. As duas megalópoles chinesas vão partilhar a gestão do parque tecnológico, que vai ser instalado como forma de resolver a disputa pelo chamado Loop de Lok Ma Chau, uma pequena ilha que se formou quando o percurso do rio que divide as duas cidades foi corrigido. Leia a notícia completa no South China Morning Post. (Conteúdo em inglês / Acesso gratuito)

PUB

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião