Murteira Nabo: “Zeinal e Granadeiro cederam a estratégia destruidora da PT”

  • ECO
  • 20 Novembro 2017

O ex-presidente executivo da PT classifica a gestão posterior de "descalabro", criticando as decisões de Zeinal Bava e Henrique Granadeiro à frente da empresa.

Francisco Luís Murteira Nabo, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira, em Lisboa, 22 de junho de 2015. António Cotrim/LUSALUSA

O gestor critica os seus sucessores, apesar de compreender a racionalidade de algumas decisões. Para Francisco Murteira Nabo a venda da Vivo e a compra da Oi foram más decisões. Em relação a Zeinal Bava, elogia o gestor, que entrou na PT por sua decisão, mas diz que cometeu “um erro”, tal como Henrique Granadeiro. Murteira Nabo está cético em relação à venda da Media Capital à Altice, os franceses que controlam a PT, empresa que liderou entre 1996 e 2003. “Tenho as maiores dúvidas”, confessa em entrevista ao Público (acesso condicionado) esta segunda-feira.

Sobre a PT, empresa que liderou durante nove anos, o economista é crítico das exigências feitas pelos acionistas: “O problema da PT é que praticamente só tinha bancos e fundos como acionistas. Não tinha acionistas industriais“, disse, assinalando que só queriam dividendos adicionais, o que não permitiu à empresa crescer como gostaria. “Depois apareceu a oferta pública de aquisição (OPA) da Sonae e depois vendeu-se a Vivo, tudo isso foi um descalabro“, considera Murteira Nabo, para quem a venda da Vivo e a compra da Oi foi um erro.

E conclui: “Zeinal e Granadeiro cederam a uma estratégia destruidora de valor para a PT”. Quanto ao futuro da empresa, para o gestor existem duas hipóteses: “Ou a Altice se transforma num grande grupo e absorve a PT, ou vai vendê-la e o comprador potencial é a Telefónica”.

“O que a Altice está a querer fazer é aumentar a sua capacidade nos conteúdos, entrar no negócio dos conteúdos, entrar como grande operador no mundo dos media, digital e na área dos dados, está a entrar num mundo que tem sentido. Agora, se fosse regulador, era capaz de não autorizar“, afirmou o economista ao diário, referindo ter as “maiores” dúvidas “sob o ponto de vista de regulação do mercado dos media e telecomunicações”. Murteira Nabo diz que a operação iria colocar “na mão de um grupo estrangeiro um grande canal de televisão”, a TVI, detida pela Media Capital.

 

Na mesma entrevista, Murteira Nabo confessa que está “convencido que José Sócrates não fez 90% das coisas que dizem que ele fez”, que a dívida tem de ser renegociado e que tanto BE como PC “nunca serão partidos de Governo”.

Comentários ({{ total }})

Murteira Nabo: “Zeinal e Granadeiro cederam a estratégia destruidora da PT”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião