Portugal está mais competitivo. Burocracia ainda é um problema

  • ECO
  • 26 Setembro 2017

Em 11 anos, Portugal conquista a segunda subida no ranking global da competitividade, elaborado pelo Fórum Económico Mundial. Mas ainda existem fatores condicionantes.

Portugal está mais competitivo do que no ano passado. No Ranking de Competitividade do Fórum Económico Mundial (FEM), revelado esta terça-feira, subiu quatro posições, de 46º para 42º em 137 países analisados, elevando o score de competitividade de 4,48 para 4,57. O país regressa, assim, à mesma situação registada pelo FEM em 2006.

Recorde-se que Portugal caiu neste ranking entre 2006 e 2013, voltando a subir em 2014, mas caindo novamente em 2015 e 2016. Por isso, esta é a segunda subida na lista em pouco mais de uma década.

Contudo, ainda são apontados problemas ao nível da competitividade no país, nomeadamente na “ineficiente burocracia do Governo” e nas “taxas e impostos”, assim como na regulamentação laboral.

As preocupações sobre a instabilidade política desceram para quarto fator mais condicionante da competitividade, apontando-se ainda questões de acesso ao financiamento e de regulamentação fiscal.

O Relatório Global de Competitividade, respeitante ao período entre 2017 e 2018, será oficialmente apresentado esta quarta-feira pelo Fórum de Administradores e Gestores de Empresas e pela Associação para o Desenvolvimento da Engenharia, numa sessão pública na AESE Business School em Lisboa, pelas 10h00.

PUB

Comentários ({{ total }})

Portugal está mais competitivo. Burocracia ainda é um problema

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião