José Sócrates vai processar Estado português

O ex-primeiro-ministro já tinha anunciado a intenção e vai agora cumpri-la: José Sócrates vai processar o Estado português. Há uma conferência de imprensa hoje às 20h.

José Sócrates, arguido no caso Operação Marquês, entregou esta sexta-feira uma ação para processar o Estado português pela demora na acusação. Segundo a SIC Notícias, o anúncio e os pormenores do processo vão ser dados pelo ex-primeiro-ministro numa conferência de imprensa com os seus advogados, marcada para as 20h. A conclusão da investigação está, depois de sucessivos adiamentos, marcada para março.

Daqui a cerca de meia hora, o antigo primeiro-ministro anunciará, no Hotel Altis, em Lisboa, que vai processar o Estado português. Além disso, prevê-se que José Sócrates apresente a sua defesa em relação aos negócios da PT e a ligação a Ricardo Salgado, ex-presidente do Banco Espírito Santo.

No final de janeiro, vieram a público as acusações de Helder Bataglia. O também arguido revelou ao Ministério Público que, alegadamente, Ricardo Salgado pediu-lhe para transferir 12 milhões de euros para a conta do empresário Carlos Santos Silva, outro dos arguidos da Operação Marquês e melhor amigo de Sócrates.

Sócrates foi detido a 21 de novembro de 2014. Cerca de dez meses depois, após ter estado em prisão preventiva, foi libertado. Em causa estão os crimes de corrupção passiva para ato ilícito, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.

PUB

Comentários ({{ total }})

José Sócrates vai processar Estado português

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião