BCP: Procura superou oferta no aumento de capital

A procura total registada no aumento de capital representou cerca de 122,9% do montante da oferta, revela o BCP. Assim, a operação foi "totalmente subscrita".

O BCP concluiu com sucesso o aumento de capital. Foi “totalmente subscrito”, sem recurso à tomada firme por parte dos bancos colocadores, tendo em conta que a “procura total registada no presente aumento de capital representou cerca de 122,9% do montante da oferta” realizada pelo banco liderado por Nuno Amado.

“No exercício de direitos de subscrição foram objeto de subscrição proporcional 13,94 mil milhões de ações, representativas de cerca de 98,4% do total de ações a emitir no âmbito da presente oferta, tendo ficado disponíveis para rateio 225.6 milhões de ações” que foram fortemente disputadas pelos investidores. Os pedidos de suplementares excederam em “cerca de 14,3 vezes o número disponível”, diz o banco.

A operação foi, assim, “totalmente subscrita”, sendo que o número total de ações solicitadas pelos investidores acabou por superar em 22% o número de títulos em oferta no âmbito do aumento de capital de 1.330 milhões de euros que vai permitir ao banco reembolsar os CoCos e reforçar os rácios de capital.

“A liquidação financeira das ações subscritas no exercício dos direitos de subscrição ocorre na presente data e a liquidação financeira das ações atribuídas em rateio deverá ocorrer a 7 de fevereiro de 2017”, sendo as novas ações do banco deverão começar a ser negociadas a 9 de fevereiro na bolsa de Lisboa, diz em comunicado à CMVM.

(Notícia atualizada às 17h25)

PUB

Comentários ({{ total }})

BCP: Procura superou oferta no aumento de capital

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião