Deutsche Bank paga 7,2 mil milhões dólares para fechar processos judiciais EUA

  • Lusa
  • 18 Janeiro 2017

Autoridades norte-americanas confirmam o valor que o banco germânico acordou pagar para encerrar os processos judiciais derivados da venda de títulos hipotecários tóxicos nos EUA.

As autoridades norte-americanas confirmaram esta terça-feira que o grupo bancário alemão Deutsche Bank vai pagar 7,2 mil milhões de dólares (6,7 mil milhões de euros) para encerrar os processos judiciais derivados da venda de títulos hipotecários tóxicos.

O banco alemão, que já tinha adiantado esta quantia ao divulgar a existência de um princípio de acordo em dezembro, vai pagar uma multa de 33,1 mil milhões de dólares e destinar 4,3 mil milhões de dólares para os clientes prejudicados por estes títulos.

Esta solução torna o Deutsche Bank responsável pela sua conduta ilegal e pelas suas práticas de crédito irresponsáveis, que causaram danos sérios e prolongados”, assinalou, em comunicado, a Procuradora-geral dos EUA, Loretta Lynch, que recordou que o banco “contribuiu diretamente para uma crise financeira internacional”.

A entidade reconhece no acordo que apresentou de forma falsa aos investidores as características dos títulos, que vendeu entre 2006 e 2007, garantidos pelas hipotecas.

O compromisso entre o banco e as autoridades ocorre depois de em 2016 se saber que Washington reclamava o pagamento de uma indemnização de 14 mil milhões de dólares, devido às suas operações com as designadas hipotecas tóxicas.

Vários gigantes das finanças norte-americanas, como Goldman Sachs, Bank of America ou Citigroup pagaram nos últimos anos milhares de milhões de dólares para encerrar as investigações judiciais abertas contra elas.

PUB

Comentários ({{ total }})

Deutsche Bank paga 7,2 mil milhões dólares para fechar processos judiciais EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião