BCP cai 5%. Perde quase um quarto do valor em dois dias

Ações do banco caem mais de 5%, estabelecendo um novo mínimo de sempre abaixo do 80 cêntimos. Desde o anúncio do aumento de capital, o BCP já perdeu 23,4% do seu valor de mercado.

O anúncio do aumento de capital do BCP na passada segunda-feira continua a ter efeitos devastadores no comportamento das ações do banco liderado por Nuno Amado. Esta quinta-feira as ações do BCP recuam mais de 5%, tendo assinalado um novo mínimo de sempre abaixo da fasquia dos 80 cêntimos.

O títulos da maior instituição financeira privada em Portugal recuam 5,5%, até aos 79,89 cêntimos, depois de terem assinalado um novo mínimo histórico de 79,03 cêntimos. A quebra regista nesta sessão estende para 23,4% a desvalorização acumulada pelas ações do BCP desde que na segunda-feira, o banco comunicou a intenção de levar a cabo um aumento de capital na ordem de 1.300 milhões de euros, para devolver a ajuda estatal e colocar os seus rácios de capital acima da fasquia dos 11%.

Evolução das ações do BCP na última semana

Fonte: Bloomberg (Valores em euros)
Fonte: Bloomberg (Valores em euros)

No âmbito do aumento de capital, o BCP vai emitir mais de 14 mil milhões de novas ações, com o preço de subscrição fixado em 0,094 por cada ação, representando um desconto de aproximadamente 38,6% face ao preço teórico ajustado e calculado com base na cotação de fecho das ações de segunda-feira. Elevado desconto que ditou a derrocada das ações do banco desde o anúncio no início desta semana. “A ação atravessa um processo em que os investidores assimilam e reagem ao anúncio conhecido na passada segunda-feira após o fecho da sessão”, lembra o BPI no seu diário de bolsa.

Esta derrocada faz com que o banco liderado por Nuno Amado já tenha perdido cerca de um quarto do seu valor de mercado. Em termos práticos, a quebra de quase 24% das ações leva a que o banco apresente uma capitalização bolsista de 632 milhões de euros, menos 188 milhões abaixo do valor de mercado no final da última segunda-feira.

As perdas do BCP já acontecem, contudo, há cinco sessões consecutivas, sendo o banco liderado por Nuno Amado o título do PSI-20 mais penalizado desde o início do ano.

PUB

Comentários ({{ total }})

BCP cai 5%. Perde quase um quarto do valor em dois dias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião