Autoeuropa: Administração e trabalhadores voltam a reunir-se na quinta-feira

  • Lusa
  • 9 Janeiro 2018

As partes envolvidas recusaram-se a comentar a reunião desta terça-feira, remetendo as declarações para esta quarta. No dia a seguir, a administração e os trabalhadores voltam a reunir.

A administração da Autoeuropa e a Comissão de Trabalhadores voltam a reunir-se quinta-feira sobre os novos horários de trabalho, depois de uma reunião que decorreu esta terça-feira, sem que as partes tenham adiantado o ponto de situação das negociações. Fonte oficial da administração da Autoeuropa recusou comentar a reunião desta terça-feira com a Comissão de Trabalhadores.

Também o presidente da Comissão de Trabalhadores da fábrica de Palmela, Fernando Gonçalves, recusou adiantar informação sobre o encontro, acrescentando que ficou marcada nova reunião para quinta-feira e remetendo declarações só para o dia seguinte.

Por sua vez, o dirigente do SITE-SUL (Sindicato dos Trabalhadores das Industrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul), Eduardo Florindo, disse que na quarta-feira dará uma conferência de imprensa às 12h30 onde apresentará a posição do sindicato, depois de uma reunião com a Comissão de Trabalhadores, por sua vez marcada para as 10h00, em Palmela.

Trabalhadores e sindicatos querem alterar o novo horário transitório anunciado unilateralmente pela empresa no passado mês de dezembro, para vigorar de fevereiro a julho deste ano, mas a administração da Autoeuropa só pretende negociar os novos horários de laboração contínua, que deverão ser implementados a partir do mês de agosto. Além das questões relacionadas com a remuneração aos sábados, a Comissão de Trabalhadores defende também que o trabalho naqueles dias deveria ser voluntário e não obrigatório, como prevê o novo horário transitório apresentado pela empresa.

No final do ano passado, a administração da Autoeuropa anunciou a intenção de avançar unilateralmente com o novo horário transitório, após a rejeição de dois pré-acordos negociados previamente com duas Comissões de Trabalhadores. Na altura, a empresa anunciou também que estava disponível para negociar, mas apenas no que respeitasse aos novos horários de laboração contínua, que deverão ser implementados no segundo semestre de 2018.

A Autoeuropa estima produzir mais de 240.000 veículos Volkswagen T-Roc em 2018, quase triplicando a produção de 2016, o que levou a empresa a contratar cerca de 2.000 novos trabalhadores e a implementar um sexto dia de produção, aos sábados, até julho deste ano. Após o tradicional período de férias no mês de agosto, a Autoeuropa deverá então iniciar a laboração contínua na fábrica de automóveis de Palmela, de forma a satisfazer as muitas encomendas no novo veículo T-Roc, que, segundo fontes da empresa, está a ter uma boa aceitação no mercado.

Comentários ({{ total }})

Autoeuropa: Administração e trabalhadores voltam a reunir-se na quinta-feira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião