Menos custos com dívida levam Semapa a lucrar mais

A Semapa lucrou mais em 2016 do que em 2015. A holding foi beneficiada pelos resultados ainda mais positivos da Navigator, mas o principal contributo foi o corte no custo da dívida.

A holding que controla a Navigator e a Secil aumentou os lucros em 2016. Segundo o comunicado da empresa sobre os resultados do ano passado, publicado no site da CMVM esta quarta-feira, a Semapa lucrou 114,9 milhões de euros. Este número traduz-se num aumento de 40,9% face a 2015, fruto do contributo do negócio do cimento, mas principalmente por causa de menores custos com a dívida.

“O aumento do EBITDA, a melhoria dos resultados financeiros e a comparação favorável dos impostos sobre lucros, mais que compensaram os efeitos do aumento de amortizações e provisões e da redução da participação na Navigator após julho de 2015”, explica a empresa. O ramo de papel e pasta continua a ser o que mais lucros dá: os lucros da Navigator Company, antiga Portucel, chegaram aos 217,5 milhões de euros. Mas a queda dos prejuízos nos cimentos e nos custos da dívida é que ajudaram a Semapa a superar os lucros de 81,1 milhões de euros de 2015.

O EBITDA, em 2016, aumentou cerca de 2,3% face ao ano anterior, atingindo os 489,1 milhões de euros. “O volume de negócios consolidado do Grupo Semapa, em 2016, foi de 2.074,6 milhões de euros, resultando num decréscimo de 2,7% face ao ano 2015”, revela o documento, explicando que as exportações e vendas no exterior ascenderam aos 1.606 milhões de euros.

A área dos cimentos continua a dar um contributo negativo para os resultados líquidos do grupo, mas esse foi menos negativo no ano passado, o que sinaliza uma melhoria do setor. Os prejuízos de 25,3 milhões de euros em 2015 passaram a 18 milhões de euros, refere a empresa liderada por Pedro Queiroz Pereira.

PUB

Comentários ({{ total }})

Menos custos com dívida levam Semapa a lucrar mais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião