Preço das casas cresce o dobro da Zona Euro

A recuperação do setor imobiliário continua em Portugal, sendo que no terceiro trimestre de 2016, registou a quarta maior subida de preços das casas na Zona Euro, mostram dados do Eurostat.

O mercado imobiliário continua a recuperar e os preços das casas mantêm-se em aceleração um pouco por toda a Europa. Dados do Eurostat relativos ao terceiro trimestre de 2016 atestam isso mesmo, com Portugal a destacar-se com uma das maiores taxas de crescimento dos preços dos imóveis na Europa.

Os dados do organismo oficial de estatísticas da União Europeia (UE) mostram que os preços das casas aumentaram 3,5% na Zona Euro e 4,3% na UE entre julho e setembro do ano passado, face ao mesmo período de 2015, com Portugal a registar a quarta maior subida do espaço do Euro. De acordo com o Eurostat, no terceiro trimestre de 2016, o preço médio das casas aumentou 7,6%, em termos homólogos, em Portugal. Ou seja, mais do dobro da taxa de crescimento média verificada na Zona Euro.

Comparação homólogo dos preços das casas na Europa

Fonte: Eurostat
Fonte: Eurostat

Apenas a Hungria (11,6%), a Letónia (10,6%) e a Bulgária (8,8%) registaram, em termos homólogos, subidas nos preços dos imóveis mais acentuadas do que a verificada em Portugal nesse período. No lado oposto, destacam-se Chipre (-3,3%) e Itália (-0,95), como os únicos países onde ocorreu uma descida dos preços das casas, no terceiro trimestre de 2016, face ao mesmo período do ano anterior.

Em cadeia, as subidas mais significativas, entre julho e setembro, registaram-se em Malta (5,4%), na Irlanda (4,7%), na Estónia, Lituânia e Hungria (3,4% cada), tendo havido só uma baixa: de -0,7%, na Roménia. Já em Portugal, face ao segundo trimestre de 2016, os preços das casas subiram 1,3%.

PUB

Comentários ({{ total }})

Preço das casas cresce o dobro da Zona Euro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião