Bolsas entram 2017 com pé direito

As ações europeias começaram o novo ano no verde, num dia em que as praças londrina e suíça não negociaram. A bolsa nacional apresentou o segundo melhor registo da Europa: avançou mais de 1%.

As ações europeias entraram em 2017 com o pé direito. E a bolsa nacional não foi exceção. O índice da praça lisboeta fechou a primeira sessão do ano a ganhar mais de 1%, com apenas dois títulos no vermelho, protagonizando um dos melhores registos entre os índices europeus que negociaram nesta segunda-feira. No primeiro dia de negociação de 2017, o rumo das ações do Velho Continente foi determinado por dados positivos sobre a economia, nomeadamente em Itália e na Alemanha.

O índice PSI-20 encerrou a sessão desta segunda-feira a valorizar 1,17%, para os 4.734,06 pontos, apoiado no avanço dos títulos das retalhistas e das energéticas. As ações da Jerónimo Martins somaram 1,15%, para os 14,91 euros, enquanto as da Sonae SGPS avançaram 1,95%, até aos 89 cêntimos. De salientar que, na sexta-feira passada, a holding que detém a cadeia de hipermercados Continente comunicou a venda do Continente de Albufeira, uma operação que permitiu um ganho de 3,4 milhões de euros.

PSI-20 na última semana

Fonte: Bloomberg (Valores em pontos)
Fonte: Bloomberg (Valores em pontos)

A dar fôlego adicional ao índice bolsista luso estiveram também os títulos da EDP e da Galp. As ações da elétrica liderada por António Mexia valorizaram 0,79%, até aos 2,92 euros, enquanto as da petrolífera progrediram 0,92%, para os 14,32 euros, num dia em que o petróleo não negociou nos mercados internacionais.

O BCP foi o único título da banca nacional a fechar o dia no verde. As ações do banco liderado por Nuno Amado avançaram 1,66%, para os 1,0888 euros. Por sua vez, o BPI viu as suas ações recuarem uns ligeiros 0,09%, até aos 1,13 euros. As unidades de participação do fundo que detém o Montepio Geral também recuaram: 0,24%, para os 42 cêntimos.

Na Europa, apenas a bolsa italiana registou uma subida mais acentuada do que a praça lusa. O índice de Milão valorizou 1,6%, para os 19.541,72 pontos, apoiado na subida do índice dos gestores de compras (PMI) para a indústria relativo a dezembro. A praça bolsista alemã foi apoiada pelo mesmo indicador para a indústria do país. O DAX somou 0,41%, para os 4.882,38 pontos, no dia em que se soube que o PMI para a indústria alemã registou em dezembro a melhor leitura desde janeiro de 2014.

De salientar que as praças londrina e suíça não negociaram na sessão de hoje, o mesmo acontecendo nas bolsas dos EUA.

Comentários ({{ total }})

Bolsas entram 2017 com pé direito

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião