Impostos

Pedro Passos Coelho, ex-primeiro-ministro, garantiu que desconhecia a eventual falta de vigilância do Fisco na transferência de 10 mil milhões de euros para offshores, durante o seu mandato.

Depois da notícia do Público, Azevedo Pereira e Paulo Núncio já se vieram defender a público. Agora é a vez do atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais mostrar-se disponível para ir à AR.