Finanças Pessoais

Se a nível mundial 19% das famílias consideram o Estado como a melhor fonte de garantia de um pé-de-meia para a reforma, em Portugal a taxa é muito mais elevada: 32%.

Cristina Casalinho, presidente do IGCP, adiantou que "dificilmente" haverá nova emissão de obrigações dirigidas para as famílias este ano, como aconteceu nos últimos dois anos.