Cultura

Naipaul foi agraciado com o Nobel da Literatura em 2001 por ter “uma narrativa percetiva unida e um escrutínio incorruptível em trabalhos que nos obrigam a reparar na presença de histórias reprimidas”