“Apple das palavras-passe” expande na Europa e abre escritório em Lisboa. Quer contratar 40 pessoas

Empresa nova-iorquina escolhe Lisboa para abrir terceiro escritório, depois de Nova Iorque e Paris. "Tínhamos de o fazer numa cidade que entende e valoriza espírito da inovação", diz CEO.

A Dashlane, empresa nova-iorquina que faz gestão de identidades, vai expandir operação e abrir um novo escritório em Lisboa. Descrita pelo The Washington Post como “a Apple do jogo das palavras-passe“, a empresa conta com mais de 150 trabalhadores nos escritórios de Nova Iorque e Paris. Em Lisboa, prepara-se para contratar 40 pessoas nos próximos 18 meses para integrarem as equipas de produto, engenharia e atendimento ao cliente.

“Quando tomámos a decisão de abrir um novo escritório, sabíamos que tínhamos de o fazer numa cidade que entende e valoriza o espírito da inovação”, afirma Emmanuel Schalit, CEO da Dashlane. “Ao pesquisarmos oportunidades por todo o mundo, Lisboa tornou-se rapidamente a escolha óbvia para o novo lar da Dashlane. A cidade é apaixonada por criar empresas inovadoras e tem a força de trabalho qualificada e motivada para concretizar. Estamos ansiosos para aumentar a nossa presença local nos próximos anos”, diz a responsável, citada em comunicado.

Quando tomámos a decisão de abrir um novo escritório, sabíamos que tínhamos de o fazer numa cidade que entende e valoriza o espírito da inovação.

Emmanuel Schalit

CEO da Dashlane

Disponível em português desde janeiro de 2016, a aplicação da Dashlane é usada por cerca de 200 mil lusófonos em todo o mundo. Além disso, quatro dos cinco meses com mais inscrições de contas da empresa em Portugal ocorreram em 2018. Criada para simplificar e proteger a identidade digital dos utilizadores, a Dashlane preenche e armazena automaticamente palavras-passe, dados pessoais e detalhes de pagamento. A app está disponível em 11 idiomas e conta com mais de 10 milhões de utilizadores em 180 países de todo o mundo.

Comentários ({{ total }})

“Apple das palavras-passe” expande na Europa e abre escritório em Lisboa. Quer contratar 40 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião