Crédito ao consumo bate recorde. Supera os mil milhões só nos primeiros dois meses do ano

Nos dois primeiros meses deste ano, foram disponibilizados 1.136 milhões de euros em crédito ao consumo. É um máximo do histórico que remonta ao início de 2013.

O recurso ao crédito ao consumo continua a acelerar. Só nos primeiros dois meses de 2018 foram concedidos mais de mil milhões de euros em empréstimos com esse fim. É um valor recorde.

Dados divulgados pelo Banco de Portugal, nesta segunda-feira, mostram que em janeiro e fevereiro, os bancos e as financeiras disponibilizaram um total de 1.136 milhões de euros em crédito ao consumo. Este valor compara com os 960 milhões de euros no ano passado.

Há um aumento de 18% face ao ano passado que levou o total para um recorde. Não há registo da concessão de um montante tão elevado nos dois primeiros meses do ano. Os dados são publicados desde 2013.

A recuperação económica do país e a melhoria das perspetivas financeiras das famílias, são os fatores que mais contribuem para a acentuada subida da concessão de crédito com esse fim.

Crédito ao consumo desde 2013

Fonte: Banco de Portugal

De forma desagregada, os empréstimos para a compra de carro e os outros créditos pessoais — segmento que inclui empréstimos sem finalidade específica e para o lar, onde se insere o crédito para férias ou para a compra de eletrodomésticos, por exemplo — foram os que mais contribuíram para a aceleração da concessão.

No que respeita ao crédito automóvel, nos primeiros dois meses do ano, foram concedidos 454 milhões de euros. Ou seja, 23% acima do que se tinha verificado em igual período do ano passado e 40% do total.

Já a finalidade de outros créditos pessoais abrangeu 493 milhões de euros em empréstimos no mesmo período. Este valor corresponde um crescimento de 18% face ao verificado nos dois primeiros meses de 2017 e 43% do total.

Conjuntamente, estas duas finalidades são responsáveis por perto de 85% do total do crédito ao consumo disponibilizado.

Todas as restantes finalidades de crédito ao consumo também mostraram uma tendência crescente. No que respeita à categoria de cartões de crédito, linhas de crédito, contas correntes bancárias e facilidades de descoberto, em janeiro e fevereiro, foram disponibilizados perto de 180 milhões de euros em crédito. Este valor supera em 8% o verificado no mesmo período do ano passado.

Já na classe de crédito pessoal com a finalidade de educação, saúde e energias renováveis e locação financeira de equipamentos, os bancos e as financeiras disponibilizaram dez milhões de euros no arranque deste ano, 32% acima do verificado nos dois primeiros meses de 2017.

(Notícia atualizada às 15h43 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Crédito ao consumo bate recorde. Supera os mil milhões só nos primeiros dois meses do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião