Menos de metade das empresas afetadas pelos fogos pediu apoio financeiro

Das 430 empresas afetadas pelos incêndios de 15 de outubro, só 175, o equivalente a 40%, concorreram à linha de financiamento Repor.

No ano passado, o Governo identificou 430 empresas afetadas diretamente pelos incêndios de 15 de outubro. Em novembro, lançou a linha de financiamento Repor, que veio disponibilizar 100 milhões de euros para ajudar estas empresas. No entanto, só 175 empresas, o equivalente a 40%, já se candidataram a receber apoio financeiro.

“O Regime REPOR – Reposição da Atividade Económica foi lançado em novembro do ano passado para apoiar estas situações, com uma dotação indicativa de 100 milhões de euros. Até fevereiro, foram rececionadas 175 candidaturas, das quais 62 localizadas em Oliveira do Hospital“, refere o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, numa resposta enviada ao deputado Helder Amaral, do CDS-PP, que questionou o Governo sobre atrasos nos apoios aos empresários.

Nas perguntas enviadas ao Governo, Helder Amaral refere que “na mais recente visita que o CDS fez a Oliveira do Hospital, um dos territórios que foi afetado pelos incêndios de 15 de outubro”, o partido ouviu “uma série de relatos de empresários que se sentem abandonados e sem que até ao dia de hoje lhes tenha chegado qualquer ajuda na reconstrução das suas empresas“.

Na resposta, o gabinete do ministro Pedro Marques detalha que, das 62 candidaturas feitas por empresas de Oliveira do Hospital, “encontram-se aprovados 34 projetos, com um investimento elegível de 4,8 milhões de euros e um incentivo de 3,6 milhões de euros”.

Foram já iniciados os pagamentos para as empresas que solicitaram o seu adiantamento, atingindo atualmente o valor de 553 mil euros”, refere ainda o Governo.

E acrescenta: “A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro tem acompanhado o processo de submissão de candidaturas, reunindo com as empresas com prejuízos e, quando necessário, contratando um perito que apoia a contabilização dos danos para reposição. Assim, está a ser prestado todo o apoio para que a apresentação das candidaturas e a sua decisão se processe da forma mais rápida possível”.

Comentários ({{ total }})

Menos de metade das empresas afetadas pelos fogos pediu apoio financeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião