Mais uma baixa na SFR. Diretor-geral da operadora francesa sai

  • ECO
  • 11 Setembro 2017

Esta é a quinta partida de um dirigente da SFR desde a saída de Frank Esser em 2012. A operadora francesa é detida pela Altice, que é também a dona da PT.

O diretor-geral da operadora francesa de telecomunicações SFR, Michel Paulin, vai abandonar o cargo “por razões pessoais”, com efeito imediato, anunciou esta segunda-feira, em comunicado citado pela AFP, o grupo detido pela Altice que é também dona da PT.

A operadora não prevê a sua substituição no imediato, sendo que o diretor executivo vai assumir diretamente a “transformação da empresa e o restabelecimento do desempenho operacional”, enquanto o diretor-geral da SFR Media se ocupará da “integração dos ativos de telecomunicações e media”.

“Michel [Paulin] conseguiu criar as bases da transformação necessária do grupo. A sua liderança e capacidade foram um trunfo importante para a empresa”, disse o CEO da empresa, Michel Combes, citado no comunicado.

Num email enviado aos trabalhadores do grupo, a que a AFP teve acesso, Michel Paulin não dá qualquer explicação para o seu afastamento, mas elogia a “energia” de todos no “restabelecimento dos fundamentais da SFR e a transformação num novo modelo convergente”. “O projeto dos fundadores da Altice é uma aventura industrial inigualável, sem qualquer dúvida a mais audaciosa, a mais visionária e a mais entusiasmante do setor”, acrescentou o responsável na missiva.

"O projeto dos fundadores da Altice é uma aventura industrial inigualável, sem qualquer dúvida a mais audaciosa, a mais visionária e a mais entusiasmante do setor.”

Michel Paulin

Diretor-geral de operações da SFR

Michel Paulin entrou para a SFR em janeiro de 2016 vindo da operadora marroquina Méditel (Orange Maroc), para substituir Eric Denoyer, que ocupava o cargo desde finais de 2014 na sequência da compra da SFR pela Numericable. Paulin partilhou o seu percurso académico com Michel Combes. Esta é a quinta partida de um dirigente da SFR desde a saída de Frank Esser em 2012.

Desde a compra em 2014, a operadora tem tentado implementar um modelo de convergência entre telecomunicações e conteúdos, uma estratégia marcada pela tomada de controlo do Grupo News Participation, que agrupa os ativos da NextRadioTV, nomeadamente BFMTV e RMC, uma operação que já recebeu, em junho, luz verde da Autoridade da Concorrência francesa. Recorde-se que, em Portugal, a estratégia da Altice é idêntica. Depois de comprar a Portugal Telecom, o grupo francês prepara-se agora para comprar a Media Capital.

PUB

Comentários ({{ total }})

Mais uma baixa na SFR. Diretor-geral da operadora francesa sai

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião