Revista de imprensa internacional

O suspeito do atentado em Paris já foi identificado e um homem procurado em relação com esse ataque entregou-se. Leia as cinco notícias que marcam a atualidade mundial esta sexta-feira.

No dia que se segue a um atentado em Paris nas vésperas das eleições, o ataque faz manchetes pelo mundo fora. Saiba também que os Estados Unidos vão dar prioridade à prisão de Julian Assange e o que o Banco Popular está a fazer para tentar manter os seus clientes apesar das notícias negativas.

Le Figaro

Autor do tiroteio nos Campos Elísios era alvo de investigação

O atacante que ontem matou um polícia e feriu outros dois na capital francesa foi identificado através dos documentos no seu automóvel. O homem, conhecido pela imprensa como Karim C., era de nacionalidade francesa e foi abatido pela polícia de Paris durante o ataque. Era já alvo de uma investigação dos serviços de segurança, sendo visto como um potencial radical islamita. O ataque já foi reivindicado pelo Estado Islâmico. Leia a notícia completa no Le Figaro. (Conteúdo em francês / Acesso gratuito)

Le Soir

Segundo homem procurado por ataque em Paris entrega-se às autoridades belgas

Os serviços de segurança belgas tinham assinalado um homem como sendo suspeito de ter colaborado no mesmo atentado de ontem em Paris, e o homem, Abu Yussef “o Belga”, entregou-se às autoridades esta manhã, num comissariado em Anvers. Ainda não foi confirmada uma ligação direta, pelo ministério francês do Interior, ao atentado de Paris. Leia a notícia completa no Le Soir. (Conteúdo em francês / Acesso gratuito)

Deutsche Welle

Polícia detém suspeito de ataque ao autocarro do Borussia Dortmund

A polícia alemã deteve um homem que se pensa ser o responsável pelo ataque bombista ao autocarro da equipa de futebol Borussia Dortmund esta sexta-feira. O suspeito foi identificado como Sergej W., com cidadania russa e alemã, e estaria a ficar no mesmo hotel que a equipa no dia do ataque, com um quarto com vista para a explosão que aconteceu na semana passada. Leia a notícia completa na Deutsche Welle. (Conteúdo em inglês / Acesso gratuito)

The Guardian

Prender Assange volta a ser prioridade dos Estados Unidos

O procurador-geral dos Estados Unidos Jeff Sessions anunciou esta quinta-feira que prender o fundador da Wikileaks, Julian Assange, é uma “prioridade” para os Estados Unidos. Assange, que se encontra em asilo político na embaixada londrina do Equador, poderá ser alvo de novas acusações vindas dos EUA, embora o atual presidente Donald Trump tenha dito, durante a campanha, que “adorava” o site de revelação de informação confidencial Wikileaks. Leia a notícia completa no The Guardian. (Conteúdo em inglês / Acesso gratuito)

El Confidencial

Banco Popular para 4% sobre os depósitos para tentar manter clientes

As notícias negativas sobre o espanhol Banco Popular, desde as perdas históricas de 2016 ao seu afundamento na bolsa, está a criar uma fuga de clientes da entidade, que esta está a tentar travar ao oferecer taxas de até 4% em certos depósitos. Os depósitos caíram 6,2% em 2016. “Há clientes muito zangados”, disse uma fonte ao El Confidencial. Leia a notícia completa no El Confidencial. (Conteúdo em espanhol / Acesso gratuito)

PUB

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião