Valor patrimonial das casas caiu 4,7 mil milhões num ano

  • ECO
  • 19 Abril 2017

A reavaliação das casas levou a uma quebra do valor patrimonial que, por sua vez, resultou em menos receita de IMI. Mais precisamente, menos 44 milhões de euros.

O valor patrimonial das casas sujeitas a pagamento de IMI caiu 4,7 mil milhões de euros no espaço de um ano. Em causa está o acréscimo dos pedidos de reavaliação das casas por parte dos proprietários e as correções feitas no âmbito do processo geral de avaliação dos prédios realizado em 2012.

O número é avançado pelo Dinheiro Vivo, que dá conta de que, em 2014, o valor patrimonial dos prédios urbanos ascendia a 419,38 mil milhões de euros. Um ano depois, era de 414,68 mil milhões de euros.

Esta reavaliação do valor patrimonial, somada a um aumento do número de isenções, fez com que, no ano passado, a receita do IMI recuasse em cerca de 44 milhões de euros, para 1.534 milhões.

Ao Dinheiro Vivo, a Autoridade Tributária explica que a variação do valor patrimonial resulta de correções no âmbito da avaliação geral da propriedade urbana, bem como de novos pedidos de avaliação, “designadamente por alteração do coeficiente de vetustez [o número de anos da casa] do valor base dos prédios edificados e do coeficiente de ajustamento de áreas”.

PUB

Comentários ({{ total }})

Valor patrimonial das casas caiu 4,7 mil milhões num ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião