Schäuble: Culpa do euro muito baixo é do BCE

Wolfgang Schäuble volta a fazer mira a Mario Draghi. Diz que o euro fraco é culpa do BCE, salientando que esta política monetária não serve os interesses da Alemanha.

Euro fraco? Sim. É um facto. Mas de quem é a culpa? Os EUA dizem que é da Alemanha, mas Wolfgang Schäuble discorda. Passa as culpas para o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, que tem conduzido a política monetária de uma forma que não serve os interesses da maior economia da Europa.

Numa entrevista ao Tagesspiegel, citada pelo Financial Times (acesso pago), o ministro das Finanças alemão diz que “a taxa de câmbio do euro [face ao dólar] é demasiado baixa para a posição competitiva da Alemanha“. “Quando Mario Draghi embarcou nesta política monetária expansionista, disse-lhe que isso iria levar a um excedente comercial da Alemanha”, facto que tem merecido críticas por parte dos seus parceiros do euro. E não só.

Schäuble diz que prometeu “não criticar publicamente essa política. Mas não quero ser criticado pelas consequências desta política“, salientou o responsável pela pasta das Finanças da maior economia da Europa depois de Peter Navarro, conselheiro do comércio de Trump, ter criticado o euro fraco, salientando que essa é uma arma da economia germânica.

A res+posta de Schäuble aos EUA surge já depois de também Angela Merkel ter ripostado. “A Alemanha é um país que sempre pediu ao BCE uma política monetária independente, tal como o Bundesbank o fez antes da existência do euro”, salientou, à data, a líder alemã. E acrescentou: “Nós não vamos influenciar o comportamento do BCE. E, como resultado, eu não consigo nem pretendo mudar a situação tal como está”.

PUB

Comentários ({{ total }})

Schäuble: Culpa do euro muito baixo é do BCE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião