Ministros da Defesa reúnem-se no Porto para discutirem estado atual da NATO

  • Lusa
  • 6 Fevereiro 2017

Os ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália reúnem-se no Porto para debater temas-chave para a estratégia de segurança como o estado atual da NATO e as relações transatlânticas.

Os ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália reúnem-se na hoje no Porto para debater temas-chave para a estratégia de segurança como o estado atual da NATO e as relações transatlânticas.

Antecipando a reunião, que decorrerá no Palácio da Bolsa, o ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, sustentou que seria “um desastre” se o papel da NATO diminuísse e defendeu o reforço das capacidades europeias, posições que levará hoje ao encontro dos países do “Quarteto do Sul”.

“Portugal defende muito claramente a organização e considera que seria um desastre se porventura o seu papel fosse diminuído“, afirmou o governante à agência Lusa, antecipando o encontro, no qual receberá os ministros da Defesa de Espanha, França e Itália. Um desastre “porque desde há décadas a organização tem conseguido garantir a defesa dos países europeus e dos que são membros da organização como os EUA e o Canadá”, frisou o ministro português.

"Portugal defende muito claramente a organização e considera que seria um desastre se porventura o seu papel fosse diminuído (...) porque desde há décadas a organização tem conseguido garantir a defesa dos países europeus e dos que são membros da organização como os EUA e o Canadá”

Azeredo Lopes

ministro da Defesa português

O encontro de segunda-feira antecede a reunião dos ministros de Defesa dos 28 países da NATO, dias 15 e 16, em Bruxelas, na qual, sublinhou, estará presente pela primeira vez o novo secretário da Defesa norte-americano, o general reformado James Mattis. Azeredo Lopes admitiu “uma certa expectativa” sobre a posição da nova administração norte-americana em relação ao futuro da NATO, considerando que os EUA representam 75 por cento das capacidades da Aliança Atlântica.

“Havendo coisas que, no nosso entender, poderão ser aperfeiçoadas, é preferível que assim seja do que estar a desqualificar a organização, isso iria enfraquecê-la”, disse Azeredo Lopes.

De acordo com uma nota do Ministério da Defesa português, os ministros dos países do “Quarteto do Sul” vão reunir-se no Palácio da Bolsa, no Porto, “com o objetivo de concertar posições sobre quatro temas-chave para a segurança e defesa do ‘flanco sul’”. “O estado da Aliança Atlântica e perspetivas futuras, o modelo de atuação da NATO para o Sul, as relações transatlânticas e a implementação da Estratégia Global da União Europeia em matéria de segurança e defesa”, são os temas-chave em discussão.

Comentários ({{ total }})

Ministros da Defesa reúnem-se no Porto para discutirem estado atual da NATO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião