Imobiliária que deve à CGD falha plano de recuperação

  • Lusa
  • 6 Fevereiro 2017

A Birchview deve 278 milhões de euros à Caixa Geral de Depósitos, mas essa dívida está em risco de ser paga. A empresa não conseguiu apresentar um Plano Especial de Revitalização.

A imobiliária Birchview, promotora de um empreendimento de luxo na Quinta do Lago, no Algarve, não conseguiu apresentar um Plano Especial de Revitalização (PER), pelo que o crédito de 278 milhões de euros concedido pela CGD está em risco.

Jorge Calvete, administrador judicial provisório do PER pedido pela empresa que pertencia ao universo BPN, assina um requerimento disponível no Citius (portal do Ministério da Justiça), dando conta que “se mostra encerrada a fase das negociações sem apresentação de Plano Especial de Revitalização”.

O responsável deu agora um prazo máximo de 10 dias para ouvir quer a empresa devedora, quer os seus credores, de forma a avaliar a situação de “insolvência atual ou iminente” da Birchview. Contactada pela Lusa, fonte oficial da CGD escusou-se a fazer qualquer comentário sobre a matéria.

Segundo noticiou esta segunda-feira o Jornal de Negócios, foi a Caixa Geral de Depósitos (CGD), a maior credora da Birchview, que “rejeitou a recuperação” da promotora imobiliária, uma decisão que terá sido tomada numa reunião ocorrida a 31 de janeiro.

Já em meados de dezembro do ano passado, o Correio da Manhã tinha revelado que o banco público reclamava um crédito à Birchview de 278 milhões de euros (247,3 milhões de euros em capital, 26,4 milhões de euros em juros, 2,7 milhões de euros em comissões, 1,3 milhões de euros em impostos e 83,5 mil euros em despesas).

De acordo com o CM, o crédito reclamado pela CGD representa 93% do total de 299 milhões de euros de créditos reclamados e reconhecidos a um conjunto de 39 credores, onde não há mais nenhum banco mas figura o Estado português.

PUB

Comentários ({{ total }})

Imobiliária que deve à CGD falha plano de recuperação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião